Lula intensifica acordos políticos e econômicos com África do Sul

Fonte Agência Brasil 19/11/2009 às 0h
Os presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e da África do Sul, Jacob Zuma, têm uma série de reuniões hoje (9) em Brasília. O objetivo é aprofundar as relações econômicas nas áreas de comércio e investimentos em esportes, obras públicas, turismo, ciência e tecnologia e de cooperação para o desenvolvimento tecnológico.

Em 2008, o comércio entre os países envolveu cerca de US$ 2,5 bilhões, dos quais US$ 1,7 bilhão, em exportações, e US$ 773 milhões, em importações. Em abril, houve um acordo de comércio preferencial entre o Mercosul e a União Aduaneira da África Austral (Sacu), órgão que reúne também a África do Sul.

O sul-africano estará acompanhado pelos ministros das Relações Exteriores e Cooperação, Maite Nkoana-Mashabane, do Comércio e Indústria, Robert Davies, e dos Esportes, Mankhenkesi Stofile.

O Brasil e a África do Sul, além da Índia, integram o grupo Ibas (Índia, Brasil e África do Sul), que é um mecanismo de coordenação entre três países emergentes, com a finalidade de redefinir posições políticas e econômicas nas discussões multilaterais em busca de uma nova arquitetura internacional. Por isso, há um empenho mútuo na consolidação de projetos de cooperação e parceria com países com menor grau de desenvolvimento.

Sem sede ou secretário fixo, o Ibas promove reuniões entre chefes de Estado e de governo e encontros de chanceleres, que presidem as comissões mistas. No caso do Brasil, o responsável técnico é o subsecretário-geral Político do Ministério de Relações Exteriores, embaixador Roberto Jaguaribe.

Na passagem por Brasília, além das reuniões com Lula e ministros, Zuma e sua equipe visitarão o Senado e Supremo Tribunal Federal (STF). Ontem (8), os sul-africanos estiveram em São Paulo, quando participaram de negociações sobre os preparativos da Copa do Mundo de 2010.

Em 2010, a África do Sul sediará a Copa do Mundo em um evento considerado como um marco por ser a primeira vez que ocorre em um país do continente africano. A bandeira da Copa do Mundo foi assumida por Zuma, de 67 anos, que tomou posse em maio, como o quarto presidente da história democrática da África do Sul.
Agência Brasil
Fonte Agência Brasil 19/11/2009 ás 0h

Compartilhe

Lula intensifica acordos políticos e econômicos com África do Sul