Lula diz que economia sobrevive graças aos mais pobres

Fonte Agência Brasil 19/11/2009 às 0h
O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse hoje (11) que os dados sobre o crescimento do Produto Interno Interno Bruto (PIB), divulgados pela manhã, mostram que a economia brasileira está se recuperado dos reflexos da crise financeira internacional. "O PIB de hoje demonstra também que ele só caiu do jeito que caiu por que uma parte da sociedade brasileira entrou e pânico, porque acreditou mais nas manchetes de jornais do que naquilo que falávamos que ia acontecer neste país”, disse ao discusar em cerimônia em Ipojuca, (PE).

Os dado divulgados hoje pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostram que economia brasileira cresceu 1,9 % no segundo trimestre do ano na comparação com o resultado dos três meses anteriores.

Lula reafirmou que o Brasil estava mais bem preparado do que os países considerados desenvolvidos para enfrentar a crise e lembrou o pronunciamento que fez em dezembro, em que pedia para a população continuar a consumir. “Graças ao povo brasileiro e, sobretudo, a parte mais pobre desse país, a economia sobreviveu com o comércio crescendo praticamente durante 23 meses seguidos.”

Lula destacou também que o governo não teve medo de investir . “O governo, ao invés de ficar com medo como das outras vezes e fazer mais superavit primário, decidimos aumentar as verbas do PAC [Programa de Aceleração do Crescimento] e a palavra de ordem era não parem o investimento”.

Os números divulgados hoje pelo IBGE mostram que a economia brasileira cresceu 1,9 % no segundo trimestre do ano na comparação com o trimestre anterior. Em relação ao segundo trimestre de 2008, o PIB teve queda de 1,2%. Na taxa acumulada nos quatro trimestres terminados em junho, o crescimento do PIB foi de 1,3 em relação aos quatro trimestres imediatamente anteriores. No acumulado do primeiro semestre de 2009, a soma das riquezas produzidas no país caiu 1,5% em relação ao mesmo período do ano passado.

Em Ipojuca (PE) , no Estaleiro Atlântico Sul, Lula participou da cerimônia do batimento da quilha do primeiro navio do Programa de Modernização e Expansão da Frota (Promef), da Transpetro, subsidiária da Petrobras, no setor de logística e transporte de combustível. O Promef faz parte do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). O ato simboliza o início da montagem do navio.

Antes, o presidente participou, também no Porto de Suape, em Ipojuca, da inauguração do Cais 5, construído para reforçar a infraestrutura do porto e atender ao crescimento da demanda do pólo industrial do Nordeste.
Agência Brasil
Fonte Agência Brasil 19/11/2009 ás 0h

Compartilhe

Lula diz que economia sobrevive graças aos mais pobres