Lugo diz que há vontade de líderes para acabar com suspensão do Paraguai de blocos regionais

Fonte Agência Brasil* 25/04/2013 às 10h

Brasília - O ex-presidente paraguaio e senador eleito Fernando Lugo disse que há “vontade” dos líderes regionais para buscar a normalização da situação do Paraguai no Mercosul e na União de Nações Sul-Americanas (Unasul). O país foi suspenso dos blocos regionais, em junho, logo depois do processo de impeachment de Lugo. Para os líderes da região, houve o rompimento da ordem democrática no país durante a ação.

“Sempre defendemos pela nossa estrutura [geográfica e física] que o Paraguai tem de estar no Mercosul, não há outra possibilidade para nós”, ressaltou Lugo. “Nossa situação de país mediterrâneo nos força a consolidar a inserção no bloco regional. Com uma política de integração que seja mais equitativa e justa para o nosso país, sem dúvida, há um ambiente político forte, mas pelos aspectos diplomáticos, econômicos e culturais não há por que sofrer dificuldades nas relações regionais.”

Para Lugo, as eleições gerais, ocorridas no domingo (21), representaram um “ingrediente importante” para a normalização da situação. O empresário Horacio Cartes, do Partido Colorado (que foi derrotado por Lugo no passado), venceu o pleito. Cartes assume o poder em 15 de agosto.

Porém, Lugo criticou Cartes por ter pedido ao atual presidente do Paraguai, Federico Franco, que paralise as licitações, sem financiamento garantido.

*Com informações da agência pública de notícias do Paraguai, Ipparaguai

Agência Brasil*
Fonte Agência Brasil* 25/04/2013 ás 10h

Compartilhe

Lugo diz que há vontade de líderes para acabar com suspensão do Paraguai de blocos regionais