Logovia atinge média de 200 logos Comercializados por mês

Fonte Piar Comunicação 23/04/2013 às 22h

Plataforma reúne 8 mil designers cadastrados e também comercializa folders, banners e produção de mascotes

São Paulo, abril de 2013 – O Logovia, plataforma de marketplace brasileira que democratiza o acesso ao design para pequenas e médias empresas e profissionais autônomos, anuncia o alcance de um número representativo. Atualmente, a empresa intermedeia uma média de 200 logotipos comercializados em sua plataforma, com mais de 8 mil designers cadastrados. De acordo com as projeções, a ideia é ter, até o final de 2013, 5 mil logotipos produzidos e negociados por meio do sistema.

Fundada no final de 2011, o Logovia nasceu em Fortaleza, fruto da necessidade de seus fundadores, que buscavam um logotipo para uma eventual empresa que criaram. A plataforma é definida como um marketplace para designers e a melhor ferramenta para micro e pequenos empresários que precisam de design a baixo custo, mas com qualidade. Além disso, é uma alternativa a designers que queiram divulgar seu trabalho, formar portfólio ou complementar a renda.

“O processo de construção e produção de uma logomarca não é algo rápido nem simples, por isso temos que celebrar o número. Atingir uma média de 200 por mês é algo muito relevante para o mercado, pois simboliza que o Logovia tem cumprido sua missão de conseguir oferecer o acesso ao design para empresários que jamais pensaram que poderiam contar com esse serviço. Estamos realizados por fazer parte da mudança visual de mais de 1,5 mil empresas”, analisa Carmelo Queiroz, CEO e co-fundador do Logovia.

Baseado no conceito de crowdsourcing, a plataforma tem cadastrados profissionais de design de todos os estados do Brasil. Além disso, há outros produtos que esses profissionais podem produzir. Já foram comercializados banners, cartões de visita, criação de mascote, panfletos, embalagens, site, design de papelaria, peças de vestuário e até nome das empresas.

A média de preços de um logotipo é de R$ 331. Com preço mínimo de R$ 299,00, a empresa já atingiu o break-even pouco mais de um ano e meio depois de sua fundação. Com expectativa de faturar R$ 3 milhões em 2013, o Logovia espera atingir R$ 10 milhões ao final de 2014.

“Hoje já atingimos empresários de países como Paraguai, Portugal e Angola. Ainda esse ano devemos iniciar nossa expansão internacional e investir em infra estrutura. Podemos afirmar que estamos apenas descobrindo esse mercado e temos absoluta confiança que há uma quantidade significativa ainda inexplorada de empresários que não conhece as possibilidade que o Logovia oferece”, revela Queiroz.

Em 2012, o Logovia foi uma das startups aceleradas pela Tree Labs e conseguiu expandir sua atuação em Fortaleza e em São Paulo. Em março deste ano, 130 mil propostas constavam na plataforma, apresentados aos empresários que disponibilizaram suas necessidades em design no Logovia.

BIOGRAFIAS

Carmelo Queiroz

CEO e co-fundador

Carmelo tem 25 anos e cursa Administração de Empresas pela Fundação Getúlio Vargas. Com passagens pelos departamentos de marketing de empresas como Nutrimax e PS Informática, ambas em Fortaleza, Carmelo é co-fundador e CEO do Logovia.

Pedro Assis

CFO e co-fundador

Pedro tem 23 anos, cursa Administração de Empresas pela Fundação Getúlio Vargas e tem experiência em departamentos financeiros de três empresas de Fortaleza. Passou por Boa Vista Serviços Tecnológicos, Norsa Refrigerantes e M Dias Branco antes de fundar, junto com Carmelo Queiroz, o Logovia, startup que atua como CFO.

Sobre o Logovia

Fundada em 2011 por Carmelo Queiroz, Pedro Assis e Davi Castro, o Logovia é uma plataforma brasileira de marketplace para designers e micro e pequenos empresários e profissionais autônomos, que buscam alternativas de qualidade e preço acessível para a identidade visual de seus empreendimentos. O Logovia tem 8 mil designers cadastrados em seu sistema e uma média de 200 logos comercializados a por mês. Com operação em Fortaleza e São Paulo, o Logovia tem mais de 130 mil propostas em sua base.

Piar Comunicação
Fonte Piar Comunicação 23/04/2013 ás 22h

Compartilhe

Logovia atinge média de 200 logos Comercializados por mês