LIGA MUNDIAL 2012: Brasil sofre derrota para o time da casa

Fonte Assessoria de Comunicação - CBV 20/05/2012 às 12h

LIGA MUNDIAL 2012: Brasil sofre derrota para o time da casa

A seleção brasileira masculina de vôlei teve um adversário em quadra e muitos do lado de fora neste SÁBADO (19.05), quando enfrentou o Canadá e acabou superado na segunda partida da primeira etapa da Liga Mundial 2012. No Ricoh Coliseum, em Toronto, os canadenses venceram por 3 sets a 2 (25/23, 20/25, 25/20, 24/26 e 15/10), em 2h13 de jogo, diante de 8.100 torcedores.

Na primeira partida do Brasil na Liga Mundial, realizada na SEXTA-FEIRA (18.05), o time verde e amarelo foi superado pela Polônia, também por 3 sets a 2. E a equipe brasileira encerrará a participação no primeiro final de semana da competição neste DOMINGO (20.05), às 17h (Horário de Brasília), contra a Finlândia. O confronto terá transmissão dos canais SporTV e Esporte Interativo.

Um dos principais destaques da partida ficou por conta do oposto canadense Schmitt. Recordista de pontos em um único jogo – 58, no Campeonato Coreano – o atacante marcou, neste sábado, 33 vezes, sendo 29 de ataque e quatro de saque. Pelo Brasil, o principal pontuador foi o oposto Wallace, com 17 acertos (15 de ataque, um de bloqueio e um de saque).

Logo após a partida, o levantador e capitão da seleção brasileira, Bruno, parabenizou o adversário e destacou que o Brasil tem que estar pronto para o terceiro jogo da primeira etapa da Liga Mundial.

“Parabéns ao Canadá, que hoje jogou muito bem, principalmente, no saque. Não me lembro de termos começado tão mal na Liga Mundial, mas esse é um time novo e estamos tentando fazer o melhor. Sabemos que temos condições de jogar mais e temos que focar no jogo de amanhã, já que precisamos vencer para alcançar o objetivo que é estar em Sofia”, afirmou Bruno, se referindo a cidade na Bulgária onde será disputada a fase final da Liga Mundial.

O técnico Bernardinho também direciona o foco para a partida deste domingo, contra a Finlândia. Uma vitória é o único resultado esperado por toda a equipe brasileira.

“A derrota ensina e leva a entender os erros e acertos. Temos um time com jogadores veteranos e jovens e que tem que seguir trabalhando e lutando, pois temos um objetivo, que é chegar a fase final da Liga Mundial. Isso se tornou mais difícil depois dessas duas derrotas, mas ainda é possível. E, para que isso aconteça, uma vitória contra a Finlândia é fundamental”, disse Bernardinho.

O treinador brasileiro ainda analisou o próximo adversário do Brasil. “A Finlândia acabou de jogar a classificação olímpica, mas alguns jogadores não estiveram presentes. Então, eles vivem um momento como o nosso, embora com um pouco mais de ritmo de jogo, mas, também, sem algumas peças importantes. De qualquer forma, a responsabilidade está toda do nosso lado. Os times jogam leves e soltos contra o Brasil”, comentou Bernardinho.

Time de 12 jogadores

Na partida contra o Canadá, Bernardinho mexeu bem na formação da equipe e utilizou os 12 jogadores do Brasil. Para o técnico, este é um momento importante também para fazer novas experiências.

“Estamos testando alguns jogadores jovens, já que temos que ter substitutos. Tudo isso faz parte do processo e serve para que possamos ir construindo o time. Os jogadores estão se dedicando e têm feito o seu melhor a cada dia. Ainda não é o que esperamos e queremos, mas temos bons momentos”, comentou Bernardinho, que ainda falou sobre o maior pontuador da partida.

“Fisicamente, o Schmitt é um jogador impressionante. Nós não conseguimos controlar muito bem e ele ganhou confiança. Mas os nossos jovens também foram bem. O Lucarelli entrou muito bem no jogo e o Maurício ainda precisa se encontrar um pouco mais na equipe, mas fez uma boa partida”, concluiu Bernardinho.

O JOGO

O primeiro ponto foi canadense após um ataque potente de Schmitt. Os donos da casa seguiram no comando do placar e chegaram a fazer 7/2 e 8/2 no primeiro tempo técnico. Um ace de Dante colocou o Brasil no jogo: 8/6. Os canadenses voltaram a abrir vantagem (13/9) e Bernardinho pediu tempo. Na segunda parada técnica, melhor para os donos da casa: 16/12. A diferença no placar aumentou ainda mais (19/12) e o treinador brasileiro parou o jogo. Em boa sequência de saque de Sidão, a seleção brasileira diminuiu a diferença (19/15). Com Wallace bem no ataque e depois de dois bloqueios de Dante, o Brasil encostou em 24/23. Mas, com apoio da torcida, o time canadense levou a melhor e venceu o set por 25/23.

O Brasil começou melhor na segunda parcial, fez 3/1, mas o Canadá conseguiu o empate em três pontos. Com Maurício, a seleção brasileira chegou a primeira parada técnica em vantagem: 8/6. No bloqueio de Sidão, a equipe verde e amarela passou à frente em 9/8. Após ataque para fora da seleção canadense, o Brasil fez 16/13 no segundo tempo técnico. Com Wallace bem no ataque, a equipe de Bernardinho seguiu no comando do marcador. No bloqueio triplo, de Maurício, Lucão e Theo, o Brasil marcou 22/18. E, após erro de saque do Canadá, vitória no segundo set para o Brasil: 25/20.

O terceiro set começou equilibrado. Uma bola de segunda de Ricardinho colocou o Brasil à frente: 4/3. E Schmitt colocou o Canadá no comando do placar em 5/4. Com ritmo forte, os donos da casa fizeram 8/6 no primeiro tempo técnico. Com Schmitt brilhando no ataque, a seleção canadense seguiu no comando do marcador: 12/9. Wallace marcou ponto direto de saque e deixou tudo igual: 12/12. Mas, na segunda parada técnica, o time da casa esteve à frente em 16/14. Bernardinho parou o jogo quando o placar apontou 19/17 a favor dos canadenses que, continuaram melhores e fecharam o set em 25/20.

O Brasil voltou com nova formação para o quarto set, inclusive com ponteiro Lucarelli fazendo a primeira participação em uma Liga Mundial. Com Rodrigão, que entrou no lugar de Lucão, no saque, a equipe verde e amarela abriu 4/1. E foi para o primeiro tempo técnico em vantagem: 8/6. O bloqueio do Brasil pegou o canadense Schmitt e marcou 10/8. O jogo seguiu disputado e, no ace de Schmitt, o Canadá encostou em 15/14. Mas o atacante errou o saque seguinte e a seleção brasileira fez 16/14 no segundo tempo técnico. No bloqueio, o time da casa empatou o jogo: 17/17. O final do set foi bem disputado. As equipes empataram em 24 pontos e Bernardinho pediu tempo. O Brasil voltou bem e fechou em 26/24.

A seleção verde e amarela abriu 2/0 no set decisivo e o Canadá virou em 4/3. E, com o ginásio em festa, o time da casa fez 7/3 após ponto de bloqueio. Na virada de quadra, os canadenses mantiveram a vantagem de quatro pontos (8/4) e aumentaram na jogada seguinte. No ace de Sidão, o Brasil diminuiu a diferença para 10/7. Na largadinha de Lucarelli, a equipe brasileira fez 13/10, mas os canadenses continuaram com ritmo forte e venceram por 15/10.

EQUIPES

BRASIL – Ricardinho, Wallace, Sidão, Lucão, Dante e Maurício. Líbero: Serginho

Entraram – Theo, Bruno, Thiago Alves, Rodrigão e Lucarelli

Técnico: Bernardinho

CANADÁ – Howatson, Simac, Brinkman, Schmitt, Winters e Perrin. Líbero: Lewis

Entraram – Cundy, Soonias e Schneider

Técnico: Glenn Hoag

Assessoria de Comunicação - CBV
Fonte Assessoria de Comunicação - CBV 20/05/2012 ás 12h

Compartilhe

LIGA MUNDIAL 2012: Brasil sofre derrota para o time da casa