Licitações da 11ª Rodada poderão agregar mais de 7,5 bilhões de barris de petróleo às reservas nacionais

Fonte Agência Brasil 19/03/2013 às 9h

 

Rio de Janeiro - As estimativas da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) indicam que a 11ª de Licitação de Áreas prevista para maio, quando deverão ser licitados blocos no pós-sal das bacias sedimentares do país, poderá ofertar um volume de 30 bilhões de barris de óleo in situ (volume de óleo ou gás em uma determinada região, cuja extração depende de fatores de recuperação e que não pode ser entendido como reserva), somente nas bacias da Margem Equatorial incluídas na rodada.

Mais 5 bilhões de óleo in situ estarão sendo ofertados na Bacia do Espírito Santo e 1,7 bilhão nas bacias maduras. A margem equatorial do Brasil é formada pelas bacias da Foz do Amazonas, Pará-Maranhão, Barreirinhas, Ceará e Potiguar, todas classificadas como nova fronteira exploratória. As bacias maduras nesta rodada são: Sergipe-Alagoas, Recôncavo Baiano e a porção terrestre da Bacia do Espírito Santo

O Seminário Técnico-Ambiental, que faz parte do calendário da 11ª Rodada de Licitações da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) ocorreu hoje (18), no Rio de Janeiro, com a presença de aproximadamente 460 pessoas, das quais 96 representantes de empresas petrolíferas, além de técnicos de órgãos ambientais estaduais e do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama). Também participaram o diretor da ANP, Helder Queiroz, e superintendentes e técnicos das áreas da agência ligadas à rodada.

Na abertura do evento, a diretora-geral da agência, Magda Chambriard, destacou a importância da licitação, que ocorrerá nos dias 14 e 15 de maio, com a oferta de 289 blocos distribuídos em 11 bacias sedimentares. "A rodada vai oferecer excelentes oportunidades para empresas de origem nacional e estrangeira, de todos os portes, interessadas em atuar no Brasil", disse.

A expectativa do governo é arrecadar entre R$ 1 bilhão e R$ 10 bilhões pelos bônus de assinatura durante a licitação. Entre os blocos licitados na 11ª Rodada, 36 estão localizados em terra, na Bacia de Tucano Sul (BA), seis em águas profundas da Bacia do Espírito Santo e dez também em águas profundas da Bacia Pernambuco-Paraíba. Mais 65 blocos, em águas rasas e profundas, na Bacia da Foz do Amazonas, próximo da fronteira com a Guiana.

Agência Brasil
Fonte Agência Brasil 19/03/2013 ás 9h

Compartilhe

Licitações da 11ª Rodada poderão agregar mais de 7,5 bilhões de barris de petróleo às reservas nacionais