Licença paternidade dos funcionários aumentou de cinco para 10 dias

Fonte Agência Petrobras 11/08/2014 às 9h
O respeito à diversidade humana e cultural é um dos dez valores corporativos expressos no Plano Estratégico 2020 da Petrobras. O valor está baseado no respeito às diferenças, no combate a todas as formas de preconceito e discriminação, e na igualdade de oportunidades. As políticas da companhia também estão alinhadas ao Programa Pró-Equidade de Gênero e Raça, coordenado pela Secretaria de Políticas para as Mulheres da Presidência da República. O programa tem o objetivo de eliminar discriminações de gênero e raça na contratação e ascensão de profissionais nas organizações públicas e privadas.

Entre as ações de promoção de igualdade no trabalho são destaques o aumento da licença-paternidade de cinco para dez dias; a extensão e isonomia do reembolso de auxílio-creche para os empregados homens; e a ampliação da licença-maternidade para além dos 180 dias nos casos de filhos prematuros - nesses casos, o período de internação hospitalar da criança não é computado como período de licença maternidade. Atualmente, as funcionárias da Petrobras têm direito a seis meses de licença maternidade ou gestante, dois a mais que o benefício garantido pela Constituição Brasileira. Após o retorno ao trabalho, elas dispõem de salas de apoio à amamentação, projetadas com a infraestrutura necessária para coleta e armazenamento do leite materno durante o expediente.

Desde 2003, a Petrobras assistiu também ao crescimento da mão de obra feminina. Em dez anos, a participação das mulheres aumentou em 124%. A evolução foi percebida também em carreiras historicamente de predomínio masculino. Em nível gerencial, as mulheres já ocupam mais de mil cargos de liderança.

Ainda no campo do combate as formas de preconceito, a companhia reconhece, desde 2007, o direito a benefícios previdenciários de casais de mesmo sexo. No mesmo ano, a empresa estendeu a cobertura do programa de Assistência Multidisciplinar de Saúde a parceiros do mesmo sexo.
Agência Petrobras
Fonte Agência Petrobras 11/08/2014 ás 9h

Compartilhe

Licença paternidade dos funcionários aumentou de cinco para 10 dias