Letta diz que promoverá reforma política na Itália

Fonte Ansa flash 25/04/2013 às 20h

O primeiro-ministro encarregado está fazendo consultas para formar um novo governo

ROMA, 25 ABR (ANSA) - O primeiro-ministro encarregado da Itália, Enrico Letta, disse nesta quinta-feira que, caso consiga formar um novo governo para o país, sua gestão promoverá uma reforma política.

"Em partes, relacionarei a vida do governo ao sucesso desse objetivo", disse Letta durante um encontro com membros do Movimento 5 Estrelas (M5S), do ex-comediante Beppe Grillo.

O premier encarregado iniciou hoje as consultas políticas para tentar formar um novo governo. Ele foi indicado para a função pelo presidente italiano, Giorgio Napolitano.

"[Quero] Um governo enxuto e sóbrio em sua composição, que seja capaz de agir", disse Letta ao M5S, prometendo que, caso vire primeiro-ministro, "respeitará o Parlamento".

Nesta tarde, Letta também se reuniu com o secretário do partido Povo da Liberdade (PDL), Angelino Alfano, o qual destacou que ainda não foi fechada nenhuma aliança.

"Ainda não foi assinado um pacto. Ainda não", disse Alfano, ao término do encontro com Letta. "O nosso entendimento é que pode nascer um governo que tenha os nossos oito pontos [projetos de governo] como base", acrescentou.

Nesta manhã, Letta já recebeu a recusa dos partidos Liga Norte e Esquerda Ecologia e Liberdade (SEL, na sigla em italiano).

Ansa flash
Fonte Ansa flash 25/04/2013 ás 20h

Compartilhe

Letta diz que promoverá reforma política na Itália