Lenovo realiza estudo sobre importância da TI nas PMEs brasileiras

Fonte Hill+Knowlton Strategies 11/03/2013 às 13h

 

Levantamento conduzido com cerca de 300 empresas em quatro capitais brasileiras mostra importância da mobilidade e aumento de compras de notebooks

São Paulo, 11 de março de 2013A Lenovo (HKSE: 992) (ADR: LNVGY), segunda maior fabricante de computadores no mundo, realizou um estudo a fim de mapear as tendências de consumo de tecnologia das PMEs brasileiras em 2013. O levantamento, que ouviu cerca de 300 empresas em quatro capitais (São Paulo, Rio de janeiro, Salvador e Brasília), apontou que existe grande oportunidade para o mercado de tecnologia nas pequenas e médias neste ano.

A principal tendência é o investimento em desktops e notebooks, com ênfase nesse último. Segundo a pesquisa, nos últimos 12 meses, 32% das pequenas empresas de 1 a 9 funcionários migraram de desktops para notebooks; 44% das pequenas de 10 a 99 funcionários fizeram a substituição; e 70% das médias empresas de 100 a 499 funcionários seguiram a mesma influência. Os motivos para essa gradual mudança entre os equipamentos é a melhora na produtividade dos funcionários, além da economia de espaço nos escritórios, uso wi-fi e a possibilidade de mobilidade.

Atualmente, a aquisição de novos computadores acontece com mais frequência nos casos de contratação de funcionários, expansão dos negócios com filiais, substituição de máquinas antigas por atualizadas e por quebra. Outras razões citadas no estudo são aumento de produtividade, substituir sistemas obsoletos, rodar uma aplicação específica e substituir aparelhos perdidos ou roubados.

A segunda tendência é a adoção de processos de TI nas PMEs. O objetivo dessas empresas é melhorar os negócios por meio da tecnologia, obtendo, assim, lucro em um mercado cada vez mais competitivo. Os principais desafios são a preocupação com a segurança - como a perda de dados, histórico de funcionários, controle de pagamentos para serem feitos e recebidos por clientes e fornecedores, produtos que precisam ser comprados, vendidos, armazenados, etc. -, mobilidade - conexão com filiais e trabalhadores em constante locomoção -, e governança no dia a dia.

O processo de adoção de TI nas PMEs precisa passar pelas seguintes etapas: construção de infraestrutura básica (adoção de desktops, notebooks, internet rápida, antivirus, website, suites de produtividade, software de contabilidade e smartphones; conexão da enterprise (LAN/Server, e-commerce, tablets, network firewall, telefone com IP, etc.); e extensão da enterprise na rede (intranet, WAN, etc.).

Foi constatado que o ganho com a implantação de tecnologia nas empresas PMEs está tanto no operacional como na imagem, com a automação dos processos do negócio vem a melhor experiência para o consumidor, a eficiência do custo e a qualidade no gerenciamento em geral. A infraestrutura de TI ajuda na colaboração do funcionário, na conexão das filiais, na adoção de equipamentos e serviços mais avançados como ultrabooks e computação em nuvem, além de nas capacidades de e-commerce.

Sobre a Lenovo

A Lenovo (HKSE: 992) (ADR: LNVGY) é uma empresa de tecnologia pessoal de US$ 21 bilhões e a segunda maior companhia de computadores do mundo, servindo clientes em mais de 160 países. Dedicada a construir PCs de alta performance e dispositivos de internet móvel, a Lenovo investe em inovação, qualidade e em uma forte operação estratégica. Formada a partir da aquisição da divisão de PC´s da IBM, a Lenovo fabrica produtos e desenvolve serviços de tecnologia confiáveis, seguros e fáceis de usar. Suas linhas incluem os legendários computadores Think e uma família de dispositivos móveis, incluindo tablets e smartphones. A Lenovo tem grandes centros de pesquisa em Yamato (Japão), Pequim (China) e Raleigh (Carolina do Norte/EUA). Para mais informações, acesse www.lenovo.com.br.

Hill+Knowlton Strategies
Fonte Hill+Knowlton Strategies 11/03/2013 ás 13h

Compartilhe

Lenovo realiza estudo sobre importância da TI nas PMEs brasileiras