Leilão de energia nova negociará mais de 2 mil megawatts de capacidade instalada

Fonte Agência Brasil 19/11/2009 às 0h
A Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE) promove hoje  (27), o 8 º Leilão de Energia Nova, que negociará pela internet contratos de compra com início de suprimento em 1º de janeiro de 2012 (A-3).

A Empresa de Pesquisa Energética (EPE) forneceu habilitação técnica a 25 projetos de geração de energia elétrica para participar do leilão, que será por pregão eletrônico. A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) não divulgou, porém, o total de empreendimentos que depositaram as garantias financeiras e técnicas que confirmam a participação no processo “para aumentar a competitividade”, segundo informou a CCEE.

O leilão comercializará energia elétrica proveniente de novos empreendimentos, com posterior outorga de autorização, para o Sistema Interligado Nacional (SIN), no Ambiente de Contratação Regulada.

O objetivo do leilão é atender às empresas distribuidoras de energia elétrica – que participarão como compradoras – a partir de 2012 e envolve, caso todos confirmem a habilitação uma capacidade instalada de 2.252 megawatts (MW).

Segundo a EPE, empresa do governo responsável pelo planejamento energético, entre os empreendimentos habilitados há sete usinas termelétricas (UTE) movidas a gás natural, oito a bagaço de cana-de-açúcar e uma a capim-elefante, além de nove pequenas centrais hidrelétricas (PCHs).

As sete térmicas a gás natural envolvem empreendimentos com capacidade de geração de 1.775 MW, dos quais seis estão projetados para o Espírito Santo.
O preço-teto da energia a ser comercializada foi definido em R$ 144 por megawatt-hora (MWh) para empreendimentos de fonte hídrica e em R$ 146 por MWh para usinas de outras fontes.
Agência Brasil
Fonte Agência Brasil 19/11/2009 ás 0h

Compartilhe

Leilão de energia nova negociará mais de 2 mil megawatts de capacidade instalada