Lançada pedra fundamental na Restinga de Jurubatiba

Fonte Comunicação ICMBio 10/05/2012 às 21h
 O Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), o Ministério Público Federal (MPF) e a Petrobras, lançaram no dia 05 de maio, no município de Macaé, no Rio de Janeiro, a pedra fundamental para a construção do Centro de Visitantes do Parque Nacional da Restinga de Jurubatiba.

Planejado para ser totalmente sustentável, o Centro de Visitantes é a primeira etapa de um projeto que consolidará o parque, já reconhecido por sua biodiversidade, entre as reservas ambientais mais importantes do Brasil.

“Estamos muito felizes com essa conquista, que dará início a uma nova fase. Com infraestrutura adequada, conseguiremos atrair pesquisadores e oferecer recursos para que muitos estudos sejam desenvolvidos. Além disso, beneficiaremos a comunidade do nosso entorno com um espaço que possibilitará lazer. Outro foco são os turistas, especialmente àqueles que virão para os jogos esportivos de 2014 e 2016, já que poderemos integrar a rota dos destinos ecológicos de brasileiros e estrangeiros que virão ao estado do Rio de Janeiro para os eventos”, disse Carlos Alexandre Fortuna, chefe do parque.

O professor de Ecologia da Universidade Federal do Rio de Janeiro, que representou o Núcleo de Pesquisas e Desenvolvimento Socioambiental de Macaé (Nupem), Rodrigo Lemes Martins, comentou que o Parque Nacional da Restinga de Jurubatiba tem todas as possibilidades de se firmar como um bolsão de geração de espécies. “Animais já catalogados nesta região atestam este potencial e temos certeza de que esta obra contribuirá ainda mais para nossos estudos. Além disso, por meio das atividades recreativas que serão desenvolvidas aqui, teremos a possibilidade de estimular ainda mais o uso sustentável e consciente da nossa restinga e do meio ambiente de forma geral”, destacou o professor.

De acordo com Flávio de Carvalho Reis, representante do MPF, foram necessários dois anos até o fechamento do projeto. “Iniciamos com uma proposta simples, que se resumia a uma guarita, mas fomos surpreendidos pelo apoio da Petrobras, que disponibilizou a executar uma obra mais completa e totalmente sustentável, o que deixou este projeto ainda mais especial. A empresa assumiu uma postura responsável e fez valer sua preocupação com o meio ambiente, primando pelos benefícios que a obra trará ao parque e deixando os custos dela em segundo plano”, declarou Flávio.

Para o gerente de Comunicação e Segurança de Informações da Unidade de Operações de Exploração e Produção da Bacia de Campos, que representou a Petrobras junto com outros gestores locais, o Centro de Visitantes apresenta uma solução sustentável às atividades científicas, educacionais, recreativas e turísticas do parque. “Daremos atenção especial a esta obra, que contribuirá para a manutenção das potencialidades desta área de restinga, considerada a mais conservada da costa fluminense. Com ela, pesquisas serão desenvolvidas de forma mais estruturada e o turismo poderá ser fomentando, contribuindo para que visitantes e, principalmente, a comunidade usufruam da riqueza ambiental existente nesta área” afirmou.

O lançamento da pedra fundamental para as obras do Centro de Visitantes do Parque Nacional da Restinga de Jurubatiba também contou com a presença de representantes das prefeituras de Macaé e Carapebus, além de sociedade civil organizada, ambientalistas e acadêmicos ligados ao meio ambiente.



Comunicação ICMBio
Fonte Comunicação ICMBio 10/05/2012 ás 21h

Compartilhe

Lançada pedra fundamental na Restinga de Jurubatiba