Justiça da França deve decidir sobre processo criminal relacionado a acidente com voo AF 447

Fonte Agência Brasil 31/05/2012 às 10h

Brasília – Parentes e amigos das vítimas do acidente com o voo 447 da Air France, que matou 228 pessoas ao cair no Oceano Atlântico há três anos, vão se reunir no dia 10 de julho, em Paris. Nesse dia, o Tribunal do Grande Júri de Paris (o equivalente ao tribunal de primeira instância no Brasil) deve anunciar o parecer e o encaminhamento jurídico sobre o acidente.

“É uma das etapas mais importantes do processo judicial. Vamos acompanhar porque a nossa expectativa é que o tribunal encaminhe a uma instância superior e as providências sobre os responsáveis sejam, enfim, orientadas”, disse à Agência Brasil Marteen Van Sluys, da Associação das Famílias das Vítimas do Voo 447.

Uma semana antes, Van Sluys e vários parentes de vítimas do voo AF 447 já estarão em Paris para acompanhar a divulgação, pela agência civil da França (BEA), que investiga o acidente, do relatório final sobre a tragédia.

Van Sluys disse que já comemora uma vitória ao ser informado de que no relatório devem constar orientações da Agência Europeia de Segurança Aérea (Aesa) sobre o alarme de perda de sustentação, assim como recomendações para que o funcionamento do sistema não seja afetado pela indicação de velocidades equivocadas.

De acordo com o relatório preliminar do BEA, o alarme tocou repetidas vezes durante os três minutos e 30 segundos de duração da queda e atrapalhou os pilotos da Air France, induzindo-os ao erro. Para Van Sluys, com orientações mais precisas sobre o alarme problemas semelhantes dificilmente ocorrerão.

Agência Brasil
Fonte Agência Brasil 31/05/2012 ás 10h

Compartilhe

Justiça da França deve decidir sobre processo criminal relacionado a acidente com voo AF 447