Justiça da Costa Rica ordena libertação de guerrilheiro colombiano

Fonte Ansa flash 26/05/2012 às 20h
A IV Vara Constitucional da Costa Rica ordenou a libertação imediata do ex-guerrilheiro colombiano Libardo Parra, que está preso há 16 meses no país.

Parra está detido no centro temporário de imigração de estrangeiros desde que o Tribunal Penal de San Ramón impediu que fosse extraditado a seu país, onde foi condenado a 24 anos de prisão por sequestro extorsivo.

O tribunal tinha considerado que a Colômbia não dava garantias do devido processo. Posteriormente, a IV Vara também se opôs à deportação, situação que se agravou devido ao fato de nenhum outro país querer receber o guerrilheiro.

A sentença emitida diz: "Ordena-se a Kathya Rodríguez Araica e a Allen Calderón Esquivel, Diretora-Geral de Imigração e Chefe do Centro de Apreensão Temporária para Estrangeiros em Situação Irregular, respectivamente, ou a quem em seus lugares ocupem os cargos, adotar as medidas necessárias para colocar em liberdade o tutelado de forma imediata, sem prejuízo".

Parra ficou sabendo de sua liberdade quando os jornalistas foram entrevista-lo. "Já sou livre e desejo ver meu filho que está na Nicarágua. Foi este o desejo que me permitiu suportar tanto sofrimento", disse à imprensa local.

Parra, antes de ser preso do centro de estrangeiros, cumpriu uma condenação de quatro anos na penitenciária La Reforma por legitimação de capitais.
Ansa flash
Fonte Ansa flash 26/05/2012 ás 20h

Compartilhe

Justiça da Costa Rica ordena libertação de guerrilheiro colombiano