Juros do crédito caem e usar cheque especial fica mais caro em julho

Fonte Agência Brasil 19/11/2009 às 0h
As taxas de juros cobradas dos empréstimos do sistema financeiro nacional continuaram em queda em julho. Segundo os dados do Banco Central (BC), divulgados hoje (26), a taxa geral de juros, de junho para o mês passado, caiu 0,6 ponto percentual, para 36% ao ano. Esse é o menor nível desde dezembro de 2007.

No caso dos empréstimos para as famílias (pessoas físicas), a taxa nesse mesmo período passou de 45,6% para 44,9% ao ano. Segundo o BC, as taxas de juros para as empresas (pessoas jurídicas) registraram queda em todas as modalidades e ficaram no patamar médio de 26,7% ao ano, com recuo de 0,7 ponto percentual no mês.

A taxa para o crédito pessoal, o que inclui operações consignadas em folha de pagamento, passou de 45,6% para 44,8% ao ano. Já a taxa do cheque especial teve aumento de 167% para 167,3% ao ano.

Segundo o BC, a taxa de inadimplência subiu para as pessoas jurídicas de 3,4% para 3,8% e para as pessoas físicas permaneceu em 8,6%. No total, a inadimplência passou de 5,7% para 5,9%. A inadimplência é considerada o percentual do saldo em atraso acima de 90 dias em relação ao total.
Agência Brasil
Fonte Agência Brasil 19/11/2009 ás 0h

Compartilhe

Juros do crédito caem e usar cheque especial fica mais caro em julho