Juros cobrados no cheque especial e no empréstimo pessoal ficam estáveis em março

Fonte Agência Brasil 08/03/2013 às 21h

 

São Paulo - As taxas médias de juros cobradas pelos bancos no cheque especial e no empréstimo pessoal mantiveram-se estáveis em março, na comparação com fevereiro, aponta levantamento divulgado hoje (8) pela Fundação de Proteção e Defesa do Consumidor de São Paulo (Procon-SP).

Os juros do cheque especial para o período de 30 dias ficaram em 7,92% ao mês. A taxa do empréstimo pessoal para contratos de 12 meses, por sua vez, ficou em 5,35% também ao mês.

Este é o quinto mês consecutivo em que o empréstimo pessoal e o cheque especial apresentam a mesma taxa média, na comparação com o mês anterior. A pesquisa, feita no dia 1º de março, apurou as taxas de sete instituições financeiras: Banco do Brasil, Bradesco, Caixa Econômica Federal, HSBC, Itaú, Safra e Santander.

A maior taxa para empréstimo pessoal foi praticada pelo Banco Itaú (6,56%). A menor, por outro lado, foi verificada na Caixa Econômica Federal, com 3,88%. Em relação ao cheque especial, a Caixa também teve a menor taxa, com 4,27%. A maior foi verificada no Santander, com 9,87%.

Agência Brasil
Fonte Agência Brasil 08/03/2013 ás 21h

Compartilhe

Juros cobrados no cheque especial e no empréstimo pessoal ficam estáveis em março