Julgamento de opositor venezuelano é adiado

Fonte ANSA 10/08/2014 às 12h

Justiça alegou "confusão" e ele deve voltar à Corte dia 13

•CARACAS•ZSG

(ANSA) - As autoridades venezuelanas adiaram para a próxima quarta-feira, dia 13, o julgamento do líder opositor Leopoldo López, que se encontra preso desde fevereiro, alegando confusão. Informação foi divulgada por sua esposa, Lilian Tintori. O advogado Juan Carlos Gutiérrez, que faz a defesa do político, explicou que "o adiamento da audiência foi causado por uma confusão gerada pela presença de estudantes" que respondem ao mesmo processo, mas em liberdade. Além de López, também estão sendo julgados os estudantes Marco Coello, Christian Holdack, Demián Martín e Angel González. "Não havia uma formalidade direta sobre sua presença na Corte, no entanto, os jovens estavam cumprindo seu dever na sala do tribunal", acrescentou o magistrado.

O político pode pegar até 10 anos de prisão por seu suposto ligamento com o episódio de violência registrado em 12 de fevereiro em Caracas que causaram três mortes, além de deixar mais de 60 pessoas feridas.(ANSA)
ANSA
Fonte ANSA 10/08/2014 ás 12h

Compartilhe

Julgamento de opositor venezuelano é adiado