Jovens atletas buscam aprendizado em Acampamento Nacional de Desenvolvimento de Handebol

Fonte Photo&Grafia Comunicação 15/05/2013 às 20h

 

Jogadores nascidos nos anos de 1998 e 1999 se reúnem em Blumenau (SC) a partir desta sexta-feira (17)

Santo André (SP) - Trabalhar o presente para colher frutos no futuro é um lema que tem sido constantemente trabalhado pela Confederação Brasileira de Handebol (CBHb) nos Acampamentos Nacionais de Desenvolvimento e Melhoria Técnica, que contam com o apoio do Ministério do Esporte. Nesta sexta-feira (17), o técnico da Seleção Masculina, Jordi Ribera, começa a comandar a terceira edição do ano com a classe masculina, desta vez, com atletas nascidos nos anos de 1998 e 1999, uma categoria que, segundo ele, tem muita vontade de aprender e absorver todo o conhecimento aplicado. As atividades contarão com a presença de cerca de 120 atletas e, novamente, serão realizadas no Sesi-SC, em Blumenau (SC). Anteriormente, o treinador reuniu jogadores das categorias Cadete e Juvenil.

Os Acampamentos são importantes para difundir a forma como o handebol deve ser aplicado em todo o País e também para a descoberta de talentos, que futuramente podem integrar as Seleções Brasileiras. Os participantes foram selecionados pela observação de Jordi, que viajou por vários Estados, durante os Acampamentos Regionais promovidos pela CBHb, em competições da categoria, e também pela indicação das Federações Estaduais.
O espanhol enfatizou que os participantes desse Acampamento estão em uma das melhores idades para se trabalhar. "Os atletas desta idade sempre têm muita vontade de aprender e viver essa experiência que será muito boa, tanto para a vida pessoal, quanto esportiva. Para eles, estar nove dias convivendo com o esporte que escolheram e com todas as pessoas envolvidas é fascinante. São atletas que estão em uma fase de aprender rápido novas formas de jogar. Talvez, tenham menos força física que os cadetes e juvenis, mas com um bom nível de criatividade e de melhora tática e técnica progressiva."

Outro ponto que é trabalhado é que os participantes absorvam o conhecimento e o levem a seus Estados para repassá-lo, além de seguirem trabalhando em busca de ainda mais evolução. "A prioridade é estabelecer ideias e um padrão de jogo para que entendam melhor como queremos que orientem sua formação, que se acostumem à rotina de competição e à disciplina de treinamento de uma Seleção, que tem como adversários jogadores e treinadores que não conhece."

Durante o período de nove dias, os participantes do Acampamento terão treinos na quadra, palestras, vídeos, farão jogos entre si e receberão acompanhamento de outros treinadores convidados, fisioterapeutas, árbitros e coordenadores. "O sistema de trabalho será exatamente igual aos outros Acampamentos, ainda que tenhamos algumas diferenças com as formas de jogar e algumas séries de treinamento. Alguns exercícios e conteúdo irão mudar, mas a ideia e a forma são a mesma."

Confira a lista de participantes
http://www.photoegrafia.com.br/detalhe_noticia_geral.asp?id=28809&moda=&contexto=&area=002&evento=

Os Correios são o patrocinador oficial do Handebol do Brasil, a ASICS é a marca oficial de material esportivo e a Penalty a fornecedora de bolas.

Photo&Grafia Comunicação
Fonte Photo&Grafia Comunicação 15/05/2013 ás 20h

Compartilhe

Jovens atletas buscam aprendizado em Acampamento Nacional de Desenvolvimento de Handebol