JBS fatura R$ 29 bilhões e registra Ebitda de R$ 2,4 bi no 2º trimestre

Fonte Comunicação JBS 16/08/2014 às 11h
A JBS deu sequência à trajetória de melhora em seu desempenho financeiro em 2014 e registrou uma receita líquida de R$ 29 bilhões, valor que corresponde a um crescimento de 32% em comparação ao mesmo período do ano passado e de 9,8% ante ao resultado do primeiro trimestre do ano.

A expansão da receita se deu por conta do o aumento das vendas em todas as unidades de negócios, com exceção da operação de frango nos Estados Unidos, onde permaneceram estáveis. O destaque do trimestre ficou por conta do Mercosul que registrou aumento na receita de 15,8%, e as operações da JBS USA de Carne Bovina e Suína, que registraram crescimento de receita decorrente do aumento dos preços médios de vendas.

Dessa forma, o Ebitda (resultado operacional ante do pagamento de juros, impostos e amortizações) da companhia foi de R$ 2,4 bilhões, acréscimo de 45,9% ante ao mesmo período do ano passado. O resultado é reflexo do desempenho da operação de aves e suínos nos Estados Unidos, que registraram crescimento no Ebitda de 27,8% e 124,3%, respectivamente, bem como a JBS Foods, que registrou um Ebitda de R$ 440 milhões.

No segundo trimestre, a JBS também elevou suas vendas externas. A companhia exportou entre abril e junho deste ano US$ 4,3 bilhões, desempenho 45% superior ao registrado no mesmo período do ano passado. As vendas para a Grande China, que considera os embarques realizados para China e Hong Kong, representaram 18,5% do total, enquanto que o comércio com a América do Sul ficou com uma fatia de 12,6%.

No mesmo período, a o lucro líquido de R$ 254,3 milhões no segundo trimestre deste ano. O resultado é 3,6 vezes maior que o observado no primeiro trimestre de 2014, quando a companhia apresentou um lucro líquido de R$ 70 milhões.

Outro destaque do segundo trimestre foi o processo de desalavancagem da companhia. A JBS manteve a trajetória de queda iniciada no quarto trimestre do ano passado e encerrou o mês de junho com a relação dívida líquida sobre o Ebitda em 3,15 vezes. O valor é inferior aos 4,03 observados ao fim do quarto trimestre do ano passado, quando da aquisição da Seara Brasil.

“Os resultados da JBS mostram um aumento sistemático na receita, uma melhora nos resultados operacionais e uma consequente redução em nosso grau de alavancagem. Todos esses fatores juntos permitem que a companhia gere cada vez mais valor a todos os seus stakeholders”, afirma Wesley Batista, presidente global da JBS.

Clique aqui e veja os resultados da JBS no 2º trimestre de 2014.
Comunicação JBS
Fonte Comunicação JBS 16/08/2014 ás 11h

Compartilhe

JBS fatura R$ 29 bilhões e registra Ebitda de R$ 2,4 bi no 2º trimestre