Itália promove exposição para arrecadar fundos para região destruída por terremoto

Fonte Ansa Flash 19/11/2009 às 0h
Uma mostra itinerante de obras de arte de Abruzzo será exposta nos maiores museus do mundo, em uma parceria entre as autoridades da região, de Roma e do governo da Itália.

O objetivo da exposição é para recolher fundos para a restauração dos objetos artísticos danificados no terremoto que atingiu Abruzzo em abril deste ano, deixando quase 300 mortos e mais de 50 mil desabrigados.

As obras a serem expostas são originárias de igrejas e museus de L"Aquila, a cidade mais prejudicada pelo sismo, e das outras comunidades da região. A mostra é baseada na experiência de Assis, na região da Umbria, que também foi atingida por um terremoto em 1997.

Um comitê científico e um operativo se ocuparão em identificar patrocinadores para as despesas iniciais do projeto e efetivar os acordos com os museus nos quais a mostra será exibida até o final de 2010.

A iniciativa foi formalizada hoje entre o prefeito de Roma, Gianni Alemanno, e o presidente da região de Abruzzo, Giovanni Chiodi. Também esteve presente na assinatura do acordo o subsecretário do Conselho de Ministros da Itália, Gianni Letta.

"Estou aqui como testemunha de uma participação operativa do governo. Comecem a trabalhar amanhã, pois nosso apoio não faltará", disse Letta. O subsecretário, que é natural de Abruzzo, se disse agradecido ao povo romano, da "cidade mais bonita do mundo", por ter abrigado a ele e a seus conterrâneos.

Alemanno recordou o "relacionamento ideal entre Roma e Abruzzo, uma amizade e empatia que são transmutadas em uma operação direta. Nos colocaremos à disposição também neste difícil desafio que é a mostra internacional".

Em resposta, Chiodi agradeceu particularmente à capital italiana pela "proximidade não somente geográfica", já que sua região e a de Lazio, onde Roma está localizada, são vizinhas.
Ansa Flash
Fonte Ansa Flash 19/11/2009 ás 0h

Compartilhe

Itália promove exposição para arrecadar fundos para região destruída por terremoto