Itália diz estar 'na caça' de sequestradores de jovens

Fonte ANSA 09/08/2014 às 18h
Duas cidadãs italianas foram raptadas no norte da Síria

09 Agosto, 14:42•ROMA•ZLR

(ANSA) - O vice-ministro das Relações Exteriores da Itália, Lapo Pistelli, garantiu neste sábado (9) que o governo está na pista dos homens que sequestraram duas jovens cidadãs do país, Vanessa Marzullo e Greta Ramelli, em um vilarejo nos arredores de Aleppo, norte da Síria. "É preciso ter discrição, silêncio, mas desde a notícia do rapto estamos à caça do grupo", declarou o vice-chanceler, em entrevista à emissora local Sky TG24.

Segundo ele, a Farnesina (nome da chancelaria italiana) está atuando no caso desde seis dias antes de o sequestro vir ao conhecimento do grande público. Vanessa e Greta haviam viajado à nação árabe no final de julho para realizar ações humanitárias.

Ambas fundaram o projeto "Horryaty", que promove ações nos setores sanitário e hídrico. Ainda não se sabe quem teria sido o autor do rapto, mas Aleppo, uma das maiores cidades sírias, é palco de uma intensa disputa entre rebeldes islâmicos e as forças do regime de Bashar al Assad pelo seu controle. (ANSA)
ANSA
Fonte ANSA 09/08/2014 ás 18h

Compartilhe

Itália diz estar 'na caça' de sequestradores de jovens