Itália desmente jornal britânico e nega ter pagado a Talibans pela paz no Afeganistão

Fonte Ansa Flash 19/11/2009 às 0h
O governo italiano classificou de "totalmente infundadas" as informações do jornal britânico The Times, que disse em uma reportagem que os serviços secretos do país tinham pagado a membros do Taliban para garantir a paz na região de Saroubi, no Afeganistão.

O território citado na notícia, publicada ontem, está atualmente sob controle dos soldados italianos que participam da Força Internacional de Assistência à Segurança (Isaf, na sigla em inglês), que tem a função de pacificar o país ocupado. A Itália mantém 2.800 militares no Afeganistão.

"O governo [do premier Silvio] Berlusconi nunca autorizou nem consentiu formas de pagamento de dinheiro aos talibans no Afeganistão e não tem conhecimento de iniciativas deste tipo da parte do governo anterior", afirmou a nota.

Para reforçar a negativa, as autoridades italianas lembraram que, na primeira metade de 2008, os soldados do país destacados no Oriente Médio sofreram vários ataques. Um deles ocorreu justamente no distrito de Saroubi, em 13 de fevereiro. Na ocasião, o subtenente Francesco Pezzulo foi morto.

O comunicado do governo recorda também que o general norte-americano David McKiernan, que na época era chefe das forças da Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN) no Afeganistão, ressaltara "os resultados obtidos pelo contingente italiano, em particular no distrito de Saroubi".

"As expressões de gratidão e reconhecimento foram numerosas nos confrontos da inteligência italiana, que forneceu informações extremamente pertinentes a todas as forças da Isaf", completara ele.

Ao comentar a reportagem, o ministro da Defesa, Ignazio La Russa, anunciou também que o governo pretende denunciar o jornal britânico, pois tal notícia "ofende os nossos militares e os nossos mortos".

No último mês, a Itália sofreu o seu pior ataque no país ocupado. Seis soldados italianos morreram em um atentado com carro-bomba cometido em Cabul, outros quatro ficaram feridos. Desde 2004, quando as tropas italianas foram enviadas ao território afegão, já são 21 os italianos mortos.
Ansa Flash
Fonte Ansa Flash 19/11/2009 ás 0h

Compartilhe

Itália desmente jornal britânico e nega ter pagado a Talibans pela paz no Afeganistão