Irmão do Papa visita cidade italiana na região de Abruzzo

Fonte Ansa Flash 19/11/2009 às 0h
O irmão do papa Bento XVI, Georg Ratzinger, visitou hoje a Cúria Episcopal da cidade italiana de Sulmona, localizada na região de Abruzzo, onde esteve há 65 anos como soldado ao fim da Segunda Guerra Mundial.

Georg, que também é sacerdote, foi recebido pelo bispo das dioceses de Valva e Sulmona, monsenhor Angelo Spina, e pelo prefeito local, Fabio Federico. A banda do município de Introdacqua tocou "Hino à alegria", composição do alemão Ludwig van Beethoven.

"Foi uma grande surpresa e estou emocionado pela recepção", disse o religioso, sacerdote no estado da Baviera, na Alemanha, que revelou ter aceitado "esta acolhida como sinal de benevolência ao Papa".

"Eu, pequeno sacerdote, não merecia tudo isso. Acho que vive gente boa e honesta em Sulmona, uma cidade que vale a pena visitar", exaltou.

"Passei por aqui em 1944, (estive) somente algumas horas, mas sempre mantive esse vivo desejo de voltar para ver uma cidade finalmente em paz", esclareceu o Ratzinger, referindo-se ao momento em que participou da retirada das tropas nazistas.

O irmão do Papa visitou alguns monumentos históricos e culturais da localidade, como uma base logística que em 1944 era um campo de concentração e a Basílica de São Panfilo, onde estão guardadas relíquias do papa Celestino V.
Ansa Flash
Fonte Ansa Flash 19/11/2009 ás 0h

Compartilhe

Irmão do Papa visita cidade italiana na região de Abruzzo