Instituto Embratel une projetos em prol da qualificação de pessoas com deficiência para o mercado de trabalho

Fonte PLANIN – Assessoria de Comunicação 16/03/2013 às 10h

A Organização potencializou técnica de desenvolvimento e capacitação de novos profissionais com deficiência motora, visual e auditiva

“Superar-se é crescer, desenvolver-se de forma contínua e sem limites, de forma integral”. A frase é a linha mestra de dois importantes projetos desenvolvidos pelo Instituto Embratel no Brasil. Dessa forma, a instituição objetiva promover o desenvolvimento e a capacitação de novos profissionais com deficiência para atuação na empresa e no mercado de trabalho.

“Esperamos com essa iniciativa valorizar e desenvolver novos talentos, atuando ativamente junto a esses profissionais”, diz Luiz Bressan Filho, Diretor do Instituto Embratel.

O Instituto Embratel se destaca por aprimorar constantemente as suas iniciativas. Para este ano, a novidade é a inserção de um novo módulo no Programa Gente Capaz, o que potencializa o projeto ao trazer as diretrizes de desenvolvimento humano do programa mexicano ASUME.

Cada turma, que conta com 15 participantes, todos pessoas com deficiência (motora, visual ou aditiva), assistirão, por 26 semanas, sessões ministradas pelos próprios colaboradores da empresa, chamados de facilitadores.

Os participantes estão em fase de capacitação prática para atuarem em diversas áreas da empresa, como Jurídica, TI e Recursos Humanos. Uma vez efetivados na Embratel terão a carteira profissional assinada. Essas primeiras turmas irão atuar no Rio de Janeiro.

Para conhecer mais sobre os projetos do Instituto Embratel, visite o site: www.institutoembratel.org.br.

Programa Gente Capaz

O programa Gente Capaz foi criado em 2006 pelo Instituto Embratel em parceria com a área de Recursos Humanos da Embratel. A ação, que tem como objetivo desenvolver e qualificar pessoas com deficiência, forma turmas para o curso de Capacitação Básica em Telecomunicações e Redes de Dados. Em 2012, 25 alunos no Rio de Janeiro passaram por seis meses de capacitação teórica e foram admitidos pela empresa. Na cidade de Campinas, em São Paulo, foram admitidos, por meio do programa, 20 deficientes.

Programa ASUME

O Instituto Embratel implantou no Brasil o programa ASUME em 2010. Criado em 1980 por uma associação civil mexicana, a iniciativa voltada ao desenvolvimento humano é dirigido a todas as pessoas que desejam superar-se, desenvolver os valores necessários para se tornarem responsáveis, felizes e comprometidos com eles mesmos, família, trabalho e país. Tem como missão provocar uma profunda mudança de atitude, incluindo superação pessoal, familiar e social.

O trabalho no Brasil segue modelo aplicado em todas as empresas do Grupo na America Latina. Os funcionários Embratel participam de oficinas e workshops para disseminar a filosofia e a metodologia do ASUME. São eles mesmos que conduzem o programa tendo como objetivo primordial sua multiplicação. O programa reforça e fomenta a autoestima, a valorização da vida e das pessoas, a busca da superação contínua, o desenvolvimento da capacidade crítica e um pensar equilibrado.

Sobre o Instituto Embratel

Fundado em abril de 2001, o Instituto Embratel é uma organização de fins não-econômicos, com sede e foro na cidade do Rio de Janeiro, tendo como objetivo primordial promover e colaborar para o desenvolvimento e a execução de projetos e atividades de naturezas educacional, cultural, científica, esportiva e social. O Instituto Embratel foi qualificado pelo Ministério da Justiça como Organização da Sociedade Civil de Interesse Público - OSCIP, na forma da Lei 9.790/99. A qualificação como OSCIP, acolhe e reconhece legalmente as organizações da sociedade civil, cuja atuação se dá no espaço público não estatal. Destaca-se por desenvolver e priorizar projetos educacionais como Embratel Educação (educação em tecnologias para comunidades rurais brasileiras), Ponto Comunidade (espaço comunitário com recursos tecnológicos), Cooperação Socioeducacional – GESAC (conteúdos socioeducacionais para milhares de escolas), Educação e Desenvolvimento Sustentável (Apoio tecnológico pelo desenvolvimento sustentável), 123 Alô - A Voz da Criança e do Adolescente (Suporte, socorro, segurança e assistência para crianças e adolescentes em situação de risco) e Gente Capaz - Valorização da Diversidade (Desenvolvimento e empregabilidade para pessoas com necessidades especiais). Visite: www.institutoembratel.org.br

Sobre a Embratel

A Embratel é a mais completa operadora de telecomunicações brasileira. Oferece soluções completas a todo o mercado nacional, incluindo serviços de telefonia local, longa distância nacional e internacional, transmissão de dados, vídeo, Internet e TV por assinatura, além de assegurar o atendimento em qualquer ponto do território brasileiro por meio de soluções via satélite. A Embratel faz parte do grupo América Móvil, que é líder na oferta de serviços de telecomunicações na América Latina. Para mais informações, acesse: www.embratel.com.br.

PLANIN – Assessoria de Comunicação
Fonte PLANIN – Assessoria de Comunicação 16/03/2013 ás 10h

Compartilhe

Instituto Embratel une projetos em prol da qualificação de pessoas com deficiência para o mercado de trabalho