Instituto de Radioproteção e Dosimetria completa 41 anos

Fonte Ascom do IRD 21/03/2013 às 20h
O Instituto de Radioproteção e Dosimetria (IRD) completa 41 anos de fundação nesta quinta-feira (21). Uma cerimônia em sua sede, no Rio de Janeiro, reunirá seus colaboradores e gestores, além de dirigentes da Comissão Nacional de Energia Nuclear (Cnen/MCTI), órgão ao qual a instituição está vinculada. A principal atribuição do IRD é garantir o uso seguro das radiações ionizantes no país.

 

Com o crescente uso da tecnologia em vários segmentos das áreas de saúde, indústria e pesquisa, entre outras, o papel da instituição é de grande alcance social, destaca a superintendente do instituto, Dejanira da Costa Lauria. A missão do IRD, definida no processo de planejamento estratégico, reafirma o compromisso de atuar com excelência nas áreas de radioproteção, dosimetria e metrologia, gerando e disseminando conhecimento e tecnologia para o uso seguro das radiações ionizantes, visando à melhoria da qualidade de vida no país.

O IRD é um centro de excelência nas áreas de radioproteção e metrologia das radiações ionizantes. Em 2002, tornou-se laboratório nacional na área de radiações ionizantes, por intermédio de uma designação do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro/MDIC).

Em 2011, ganhou certificação como centro regional de treinamento da Agência Internacional de Energia Atômica (Aiea, organismo das Nações Unidas) para seu mestrado lato sensu em proteção radiológica e segurança de fontes radioativas. A instituição promove cursos e treinamentos, além de oferecer mestrado e doutorado interdisciplinar em radioproteção e dosimetria, programa avaliado com nota 5 na Capes e que tem como áreas de concentração biofísica das radiações, física médica, metrologia e radioecologia.

Prontidão

No que diz respeito às atividades de planejamento, preparação e atendimento a eventuais emergências radiológicas e nucleares, o instituto está apto a responder prontamente, em nível nacional, e mantém para isso infraestrutura e equipes.

Para desenvolver suas atividades de pesquisa, ensino, treinamento e capacitação, o IRD conta com cerca de 250 profissionais. Criado em 1972, a partir de um pequeno laboratório de dosimetria da Cnen situado nas dependências da PUC-RJ, o Instituto de Radioproteção e Dosimetria tem como principal guia de suas atividades garantir que um número cada vez maior de brasileiros se beneficie das aplicações da energia nuclear de forma segura. “É preciso garantir essa utilização tão importante e necessária da tecnologia com a máxima proteção do público, dos trabalhadores e do meio ambiente”, conclui Dejanira.

Saiba mais.

 

Ascom do IRD
Fonte Ascom do IRD 21/03/2013 ás 20h

Compartilhe

Instituto de Radioproteção e Dosimetria completa 41 anos