Índice Geral de Preços fica em 0,10% em outubro

Fonte Agência Brasil 19/11/2009 às 0h
O Índice Geral de Preços – 10 (IGP-10) teve alta de 0,10% em outubro. O resultado é inferior ao registrado no mês anterior, quando a taxa ficou em 0,35%. Os dados divulgados hoje (16) pela Fundação Getulio Vargas (FGV) revelam que o movimento foi influenciado especialmente pelos preços no atacado.

O Índice de Preços por Atacado (IPA) caiu de 0,46% em setembro para 0,09% em outubro. A principal contribuição negativa partiu dos alimentos in natura, que tiveram queda de 5,83%, após alta de 6,38% um mês antes.

Já o Índice de Preços ao Consumidor (IPC) passou de 0,24% para 0,11% neste levantamento, com a influência dos alimentos, único grupo a apresentar decréscimo na taxa (de 0,62% para –0,66%). Ficaram mais baixos os preços de hortaliças e legumes (de 5,88% para –1,82%) e frutas (de 9,00% para –0,61%).

Em movimento oposto, as outras seis classes que compõem o IPC tiveram acréscimo em suas taxas de variação: vestuário (de –0,80% para 0,77%), despesas diversas (de 0,22% para 0,68%), habitação (de 0,29% para 0,57%), transportes (de 0,11% para 0,38%), educação, leitura e recreação (de –0,10% para 0,07%) e saúde e cuidados pessoais (de –0,02% para 0,08%).

O levantamento aponta ainda que o Índice Nacional de Custo da Construção (INCC) reverteu a queda observada na última leitura e passou de –0,11% para 0,20%. A alta foi influenciada por materiais e equipamentos (de –0,38% para 0,29%) e mão de obra (de 0,03% para 0,11%). O grupo serviços ficou praticamente estável entre os dois meses (de 0,28% para 0,27%).

Para calcular o IGP-10, a FGV coletou os preços no período de 11 de setembro e 10 de outubro.
Agência Brasil
Fonte Agência Brasil 19/11/2009 ás 0h

Compartilhe

Índice Geral de Preços fica em 0,10% em outubro