Imprensa brasileira visita principal centro da Justiça Eleitoral em Honduras

Fonte Agência Brasil. 19/11/2009 às 0h
A Agência Brasil teve acesso, nessa terça-feira (17), ao principal Centro de Operações da Justiça Eleitoral hondurenha. Para isso, precisou de autorização especial das Forças Armadas e passou por rígido controle de segurança.

No centro, que fica no Instituto de Formação Profissional em Tegucigalpa e que já foi alvo de uma bomba na semana passada, estão todas as cédulas e mais de 15 mil urnas que serão usadas nas eleições do próximo dia 29.

Foi a primeira vez que a imprensa brasileira entrou no centro, onde foi acompanhada por militares encarregados da segurança e técnicos responsáveis pelo trabalho.

Nas dezenas de prateleiras estão as urnas que só serão retiradas do centro cinco dias antes das eleições para serem levadas a todas as regiões do país, acompanhadas por tropas do Exército. Nas caixas, além das urnas, estão as cédulas e o material de apoio para as seções eleitorais que deverão receber cerca de 4 milhões de eleitores.
 
No início da noite de ontem, o vice-presidente do Congresso Nacional, deputado Ramon Escobar, informou que a votação sobre a restituição do poder a Zelaya deve ocorrer somente no dia 2 de dezembro, depois das eleições. Os deputados aguardam também os informes jurídicos do Ministério Público e do Conselho Nacional de Justiça.

A terça-feira foi encerrada com a visita do subsecretário norte-americano Craig Kelly a Tegucigalpa, onde se reuniu com o presidente de fato Roberto Micheletti na Casa Presidencial, e com o presidente deposto Manuel Zelaya, na Embaixada do Brasil. Uma entrevista coletiva do subsecretário está prevista para hoje, antes de retornar aos Estados Unidos.

Em nota divulgada à noite,  a Embaixada dos Estados Unidos em Honduras alertou que o comunicado divulgado pelo governo de fato, depois do encontro do subsecretário com Micheletti, contém distorções e incorreções. Na nota, o governo norte-americano reafirma sua postura de apoio à democracia.
Agência Brasil.
Fonte Agência Brasil. 19/11/2009 ás 0h

Compartilhe

Imprensa brasileira visita principal centro da Justiça Eleitoral em Honduras