Ideli defende volta de Zelaya ao governo de Honduras

Fonte Agência Brasil 19/11/2009 às 0h
 A líder do governo no Congresso, senadora Ideli Salvatti (PT-SC) defendeu hoje (22) a volta de Manuel Zelaya ao poder e rebateu as críticas de quem acredita que o abrigo dado pelo Brasil ao presidente deposto de Honduras, seja interferência em assuntos internos de outro país.

Segundo ela, o que foi feito pelo Brasil poderia ter sido uma ação de qualquer país que se manifestou pelo restabelecimento imediato da democracia em Honduras. Ela admitiu no entanto que há preocupação com a segurança no local, depois da volta de Zelaya a seu país. Para Ideli, dar ou não asilo um deferencial.

“O diferencial, que é inadmissível é um presidente eleito ser deposto pela força de um golpe. Acho que todos os que vivenciaram isso na América Latina, e é um passado que gostaríamos muito de esquecer, não devemos dar espaço jamais para isso seja repetido”.

Ideli participou do seminário Pré-Sal e o Futuro do Brasil, que reúne até amanhã ministros, governadores, parlamentares e representantes da Petrobras, do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social e do Instituto Brasileiro do Petróleo.
Agência Brasil
Fonte Agência Brasil 19/11/2009 ás 0h

Compartilhe

Ideli defende volta de Zelaya ao governo de Honduras