Ibram apresenta resultado de pesquisa sobre não público de museus no DF

Fonte Ascom/Ibram 09/05/2013 às 16h
 

O Instituto Brasileiro de Museus (Ibram/MinC) divulgou esta semana o relatório da pesquisa O “não público” dos museus: levantamento estatístico sobre o “não-ir” a museus no Distrito Federal, conduzida pela Coordenação de Pesquisa e Inovação Museal do Departamento de Processos Museais (Cpim/Depmus).

Com a pergunta Quem são as pessoas que não vão a museus?, o estudo tem como objetivo oferecer subsídios para políticas públicas no setor de museus do Distrito Federal.

Do público entrevistado, 23,3% pessoas afirmaram frequentar museus e 76,67% disseram não frequentar, sendo que 36,8% disseram que não frequentam por falta de tempo. Foram 1,2 mil entrevistados, com faixa etária entre 15 e 69 anos, no Plano Piloto, Taguatinga, Ceilândia, Samambaia, Planaltina e Cidade Estrutural. Leia o relatório na íntegra.

Apesar do caráter piloto da pesquisa foi possível concluir, por exemplo, que a escolaridade e a renda são elementos-chave a serem considerados quando se trata de políticas públicas de acesso aos museus. O próximo passo, segundo o Ibram, seria entender melhor a relação entre escolaridade e renda e a relação com o hábito de frequentar museus.

Museus do estado de São Paulo receberão exemplares do livro

Lançamento
O livro Que público é esse? Formação de públicos de museus e centros culturais (Editora Percebe) foi lançado no dia 7 de maio, em São Paulo, e se propõe a descobrir características desses espaços, compreender melhor os visitantes e saber como planejar e executar ações educativas em exposições.

As autoras são profissionais das áreas de Biologia, Física e História, todas com pós-graduação em Educação pela Universidade de São Paulo (USP), com foco em educação e museus.

Financiado pelo Instituto Votorantim por meio do Programa de Ação Cultural da Secretaria de Estado da Cultura, o livro é considerado pioneiro no Brasil, dada a pouca circulação de informação nessa área em língua portuguesa. A tiragem da publicação é de 1,5 mil exemplares, que serão distribuídos gratuitamente para os museus paulistanos.

 

Ascom/Ibram
Fonte Ascom/Ibram 09/05/2013 ás 16h

Compartilhe

Ibram apresenta resultado de pesquisa sobre não público de museus no DF