Ibama e Secretaria de Agricultura interditam Pampas Safári em Gravataí

Fonte Ibama/EcoAgência 25/03/2013 às 21h

Foram encontradas valas com carcaças de animais parcialmente decompostas ao ar livre, sem critérios sanitários e ambientais.

O Pampas Safári foi interditado na manhã da quinta-feira (21/03) pelo Ibama e por técnicos da Secretaria de Agricultura do RS. Localizado em Gravataí (na Região Metropolitana) na RS-020, distante cerca de 30 quilômetros da Capital, o empreendimento privado não poderá receber freqüentadores por tempo indeterminado, nem receber ou retirar animais do local. O motivo que levou a interdição do Pampas Safári foi a comprovação laboratorial pela Faculdade de Medicina Veterinária da UFRGS por necropsia (no local) e denúncias recebidas pelos dois entes há cerca de duas semanas sobre a ocorrência de morte de animais de mais de uma espécie, por tuberculose bovina (Mycobacterium bovis).

Os proprietários não se encontravam no momento da vistoria e os responsáveis técnicos (uma bióloga e uma médica veterinária ) foram notificados da interdição. O local possui mais de dois mil animais de dezenas de espécies em uma área de cerca de 300 hectares e fica aberto ao público nos finais de semana e feriados.

Além da morte dos animais (não comunicada aos órgãos competetentes) a área de manutenção e armazenagem de alimentos se encontrava em péssimas condições, e o mais grave: foram encontradas valas com carcaças de animais parcialmente decompostas ao ar livre, sem critérios sanitários e ambientais. Não se sabe se estas carcaças eram de animais doentes ou não. Os animais do plantel também não podem mais sair para o abate e consumo humano, como ocorria.

Conforme o chefe do Núcleo de Fauna do Ibama RS, Paulo Wagner, houve evidencia de comprovação das irregularidades. As medidas saneadoras do local serão agora discutidas com os proprietários e a Secretaria Estadual da Saúde e da Delegacia Regional do Trabalho serão notificadas do ocorrido para as providências cabíveis.

A operação foi coordenada pelo chefe da Divisão Técnica do Ibama, Maurício Vieira de Souza e contou com a participação de fiscais do órgão ambiental e dos médicos veterinários Rodrigo Nestor Etges e Gustavo Nogueira Diehel da Secretaria Estadual da Agricultura.

Ibama/EcoAgência
Fonte Ibama/EcoAgência 25/03/2013 ás 21h

Compartilhe

Ibama e Secretaria de Agricultura interditam Pampas Safári em Gravataí