I Seminário Cultura e Universidade

Fonte RRBA/SE/MinC 24/04/2013 às 10h

Mais de 350 pessoas participaram da abertura do I Seminário Cultura e Universidade - Bases para uma política nacional de cultura para as Instituições de Ensino Superior, que começou nesta segunda-feira (22/04), em Salvador. O evento é uma realização do Ministério da Cultura (MinC), em parceria com a Universidade Federal da Bahia (UFBA) e o Fórum de Pró-Reitores de Extensão.

Dividido em cinco mesas temáticas e sete grupos de trabalho, o Seminário ocorre até quarta-feira (24/04) envolvendo diversos segmentos do governo e universidades. A secretária Executiva Adjunta do Ministério da Cultura (MinC), Renata Monteiro, integrou a mesa oficial, representando a secretária Executiva do MinC, Jeanine Pires.

Para Renata Monteiro, a realização do I Seminário Cultura e Universidade reflete o esforço do MinC em construir uma política nacional de cultura junto às Instituições de Ensino. "Criamos uma Diretoria de Educação e Comunicação para a Cultura a fim de fortalecer a pauta da área na Educação. Além disso, o Mais Cultura nas Escolas terá um investimento de R$ 100 milhões em cinco mil projetos culturais dentro de escolas públicas, através dessa importante parceria com o Ministério da Educação", afirmou a secretária.

"O Acordo de Cooperação firmado entre o Ministério da Cultura e o Ministério da Educação (MEC) reflete um compromisso do MEC com a Cultura, não só no âmbito do Ensino Superior," comentou o secretário de Educação Superior do MEC, Paulo Speller. Ele disse que o acordo é um processo de inclusão maior porque mobiliza municípios brasileiros a construírem seus planos e sistemas de cultura.

Parceria

A proposta de realização do seminário foi discutida entre o Programa de Extensão Universitária ( ProExt) e o MinC, sobre a proposta deste Seminário. "Não estamos partindo do zero, ao contrário, este é um momento de crescimento e de conquista, com a parceria entre MinC e MEC nas universidades", apontou a presidente do Fórum de Pró-Reitores de Cultura e Extensão, Sandra de Deus.

A parceria entre os ministérios também foi celebrada pela reitora da Universidade Federal da Bahia, Dora Leal, que reforçou o aspecto da otimização de recursos e da necessidade da cultura na formação do homem. O seminário contou, também, com uma apresentação artístico-cultural de uma orquestra de violões.

Temas Debatidos

A formação e qualificação dos gestores culturais foi um dos temas debatidos durante o seminário. O secretário da Ciência e Tecnologia para Inclusão Social do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTi), Oswaldo Barba, comentou que a expansão dos Centros Vocacionais Tecnológicos (CVTs) poderá ser um ponto importante de apoio à Cultura e a Educação, na formação de agentes culturais e dos Pontos de Cultura. Os CVTs hoje são unidades de ensino e de profissionalização, voltados para a difusão do acesso ao conhecimento científico e tecnológico.

O representante da UNE, Rafael Barreira, apresentou o Guia Prático para formação do Centro Universitário de Cultura e Arte (CUCA). Ele disse que a expectativa da entidade é sair do seminário com uma agenda propositiva para a cultura na universidade.

A chefe da Representação Regional do MinC na Bahia e Sergipe. Monica Trigo, disse que desde o ano passado a regional do MinC na Bahia e Sergipe abriu um diálogo dentro da Universidade Federal do Recôncavo Baiano (UFRB) para debater políticas públicas de cultura e informar os jovens sobre as realizações na área.

RRBA/SE/MinC
Fonte RRBA/SE/MinC 24/04/2013 ás 10h

Compartilhe

I Seminário Cultura e Universidade