Hotel e Hospedaria Light Life inicia atividades com Psiu Clínica

Fonte Vervi Assessoria de Comunicação 15/04/2013 às 7h

A partir deste mês, a unida unidade do Hotel e Hospedaria Light Life, direcionado à terceira idade, começa a funcionar na Lapa, em São Paulo. Com mais de 30 anos dedicados ao atendimento à melhor idade, o grupo inaugura esta nova unidade com um sistema diferenciado de comunicação visual – o Psiu Clínica.

Pertencente à família Psiu Garçom, o Psiu Clínica oferece a instituições de longa permanência para idosos a possibilidade de um atendimento mais seguro e eficaz. Idealizado pelo empresário José Rubens de Almeida, o produto utiliza transmissores individuais sem fio, pendurados como crachás, para que o idoso, em caso de necessidade, acione enfermeiros ou cuidadores com o simples toque de um botão. O número do transmissor é exibido em um display eletrônico e ao mesmo tempo emite um alarme, avisando o funcionário da instituição sobre a solicitação.

“Este tipo de produto é essencial e vital para o nosso negócio. Nossos idosos precisam de acompanhamento e monitoramento constante. E, para facilitar a vida deles quando necessitam de atendimento, seja para tomar remédio, pedir água, comida, ou requisitar atendimento para relatar algum incômodo, é que optamos pela escolha do Psiu Clínica”, comenta o proprietário da Light Life, Altair Mendes.

Altair ressalta que a clínica, que oferece um padrão internacional de atendimento, deu preferência pelo Psiu, por ser um equipamento de qualidade e também pelo histórico positivo no mercado.“Um hotel desse porte, com atendimento médico e enfermagem 24 horas por dias, com opção de cardápio e com profissionais especializados merece um aparelho de alta qualidade. Pra nós é uma honra poder compartilhar a inauguração com o Psiu”.

A obrigatoriedade da existência de campainhas de alarme por meio das quais o idoso possa chamar um funcionário da equipe faz parte de uma resolução da ANVISA, (RDC 283), que regulamenta as normas de funcionamento para instituições de longa permanência que recebem idosos.

“Mas, comparado às campainhas já existentes em instituições e hospitais, que ficam localizadas próximas à cama do paciente, o Psiu Clínica apresenta diferenciais que podem ser determinantes em momentos de emergência, quando minutos valem uma vida”,explica José Rubens de Almeida, que tem mais de dez anos de experiência no desenvolvimento e distribuição de soluções de segurança eletrônica.

Neste caso, Rubens comenta que o Psiu Clínica foi instalado em toda a área do Hotel, composta por três andares de apartamentos. Um painel foi colocado em cada andar e outro no refeitório.“Todos os painéis estão interligados, de tal forma que o chamado de um hóspede será exibido em todos os painéis. Já os transmissores sem fio/campainhas estão numerados com a indicação do andar, por exemplo, 203 é o paciente nº3 do segundo andar”.

O sistema proporciona, ainda, o aperfeiçoamento no atendimento de forma geral. “Qualquer solicitação poderá ser atendida de forma mais rápida e eficaz, seja o pedido por um copo de água ou um cobertor, por exemplo. Tudo isso gera mais conforto e bem-estar para o idoso ou paciente”, disse Almeida.

Com a utilização deste sistema, é possível, ainda, fazer um acompanhamento gerencial; pois ele é capaz de registrar as visitas aos quartos feitas por enfermeiros em rondas noturnas.“Após a visita em um determinado quarto, o enfermeiro aciona o botão do transmissor, que poderá estar ao lado da cama ou com o próprio idoso. Esta visita aparece no display eletrônico e é registrada no relatório gerado pelo sistema” diz Almeida. “Assim, a administração pode monitorar o desempenho dos funcionários da instituição e garantir a excelência no atendimento”, completa.

Além de vantagens operacionais, o Psiu tem custo mais baixo e instalação mais rápida, se comparado aos sistemas de campainhas fixas existentes no mercado.

Mais informações, acesse: www.psiuclinica.com.br

Sobre o sistema

Inicialmente desenvolvido para aprimorar e agilizar o atendimento em padarias, restaurantes, pizzarias e bares, o sistema Psiu é composto por transmissores individuais sem fio posicionados em mesas de estabelecimentos (para bares, padarias e restaurantes), ou pendurados em crachás (para clínicas de idosos), o qual funciona por um painel de led, instalado em um local de fácil visualização. Para chamar o atendente ou o enfermeiro, a pessoa aciona um dos botões do transmissor localizado na mesa ou no crachá: a solicitação aparece no painel, e ao mesmo tempo emite um alarme sonoro avisando ao funcionário sobre o chamado.

Vervi Assessoria de Comunicação
Fonte Vervi Assessoria de Comunicação 15/04/2013 ás 7h

Compartilhe

Hotel e Hospedaria Light Life inicia atividades com Psiu Clínica