HC entrega equipamento de diagnóstico por imagem

Fonte Imprensa Unicamp 14/04/2013 às 21h

HC entrega equipamento de diagnóstico por imagem

O Hospital de Clínicas (HC) da Unicamp entregou na manhã da sexta-feira (12) a nova área de PET/CT do seu Serviço de Medicina Nuclear. O espaço foi reformado para receber um equipamento, denominado PET/CT, que obtém imagens de alta qualidade pela combinação de duas técnicas: tomografia por emissão de pósitrons (PET, na sigla em inglês) e tomografia computadorizada (CT). A tecnologia, que custou R$ 4,2 milhões, foi adquirida com recursos da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp). Os exames feitos pelo PET/CT fornecem diagnóstico mais preciso da localização de tumores, nos casos de pacientes com câncer, e ajuda a definir o melhor tratamento para cada paciente.

De acordo com o diretor do Serviço de Medicina Nuclear do HC, Celso Dario Ramos, a aquisição do PET/CT coroa a reformulação da área. Ele lembrou que, há seis anos, o serviço estava “sucateado”. “Tínhamos equipamentos com 20 anos de uso. Graças ao esforço de toda a comunidade e ao apoio da Reitoria e da diretoria da Faculdade de Ciências Médicas, esse quadro foi modificado. Atualmente, temos uma infraestrutura muito boa, que possibilita tanto a realização de pesquisas quanto o atendimento aos pacientes. O PET/CT, especificamente, permite a obtenção de imagens com resolução de até 2 milímetros. Um exame da cabeça aos pés leva em torno cinco minutos”, informou.

João Batista Miranda, coordenador de Administração do HC, também destacou o apoio da Reitoria para a qualificação do parque tecnológico e da estrutura física do hospital. “Graças aos investimentos recebidos nos últimos anos, nós conseguimos atingir cerca de 90% das metas estabelecidas no nosso planejamento estratégico”. Para o diretor da FCM, Mário Saad, a entrega da nova área de PET/CT constitui um momento histórico. Ele destacou que os investimentos feitos pela Universidade na área de saúde nos últimos quatro anos não encontram precedente na história da instituição. “Se não tivéssemos recebido esse tipo de atenção, certamente estaríamos muito aquém do que estamos hoje”, disse.

Atual secretário de Saúde de Campinas, Cármino Antonio de Souza, que também é docente da FCM, enfatizou a importância do complexo de saúde da Unicamp para a região de Campinas. Responsável pelo projeto de pesquisa que culminou com o financiamento para a aquisição do PET/CT, ele avaliou que o equipamento trará grande avanço tanto para as atividades de ensino e pesquisa, quanto para a assistência à população.

O reitor Fernando Costa afirmou que a entrega do PET/CT é resultado direto do trabalho competente de um grupo de pesquisadores. De acordo com ele, o uso do equipamento expressará, de forma simbólica, o trabalho fundamental executado pela Unicamp, que é formar pessoas, fazer pesquisas e beneficiar a sociedade com essas atividades. “O trabalho da Reitoria é sempre coletivo. Nos últimos quatro anos, estivemos preocupados com todas as áreas da Universidade. Nesse período, investimos cerca de R$ 200 milhões e executamos obras que somaram 50 mil m2. Nenhuma unidade deixou de receber recursos, principalmente no que diz respeito à infraestrutura de ensino de graduação e pós-graduação”, elencou.

Especificamente sobre a área de saúde da Unicamp, o reitor destacou que o setor tem sido fundamental para uma população estimada em 7 milhões de habitantes. “É aqui que muitas pessoas encontram esperança de tratamento, notadamente para doenças de alta complexidade. O HC é um hospital que presta assistência, mas que também forma médicos, enfermeiros e outros profissionais de saúde para o país. Por isso, é sempre uma satisfação poder entregar uma nova área como esta”, finalizou.

Imprensa Unicamp
Fonte Imprensa Unicamp 14/04/2013 ás 21h

Compartilhe

HC entrega equipamento de diagnóstico por imagem