Hamas aceita prorrogar trégua em Gaza por 5 dias

Fonte ANSA 13/08/2014 às 20h

Delegação palestina negociou cessar-fogo com Israel no Egito

13 Agosto, 18:22•CAIRO E TEL AVIV•ZLR

(ANSA) - Azzam al Ahmad, líder da delegação palestina que negocia com Israel no Cairo, capital do Egito, confirmou que a trégua de 72 horas na Faixa de Gaza, que acabaria nesta quarta-feira (13), será prorrogada por cinco dias. "Decidimos dar mais tempo para as tratativas", declarou.

A notícia chega logo depois de o Exército israelense, por meio de sua conta no Twitter, acusar o Hamas de violar o cessar-fogo disparando foguetes contra seu território.

Segundo as autoridades do país, foram lançados três mísseis sobre a cidade de Ashkelon, sendo que um deles foi interceptado pelo sistema de defesa antiaérea Iron Dome.

Além disso, o governo elevou o estado de alerta nos seus serviços de emergência. No entanto, o grupo fundamentalista desmentiu que teria realizado novos ataques.

Após as supostas agressões, drones de Israel voltaram a sobrevoar a Faixa, e muitas testemunhas escreveram nas redes sociais que estava acontecendo uma operação na parte norte de Gaza, mas a informação não foi confirmada pelo Estado judeu.

Durante as negociações desta quarta, o Egito chegou a propor a reabertura das passagens entre a Faixa e o território israelense, mas mantendo-as sob controle da Autoridade Nacional Palestina (ANP), presidida por Mahmoud Abbas, deixando o Hamas à margem.

Além disso, de acordo com o portal "Ynet", o país africano teria sugerido adiar o debate sobre as questões mais espinhosas por um mês. As condições sob as quais foi definido o novo cessar-fogo não foram divulgadas. (ANSA)
ANSA
Fonte ANSA 13/08/2014 ás 20h

Compartilhe

Hamas aceita prorrogar trégua em Gaza por 5 dias