Guatemala se preocupa com número de suicídios de jovens

Fonte ANSA 12/05/2012 às 9h
A Procuradoria de Direitos Humanos da Guatemala manifestou sua preocupação pelo suicídio de doze menores de idade ao longo deste ano.

A Defensora da Infância e Adolescência, Nidia Aguilar, ressaltou que entre os casos registra-se o de uma criança de seis anos, que está sob investigação.

Aguilar ressaltou que no caso dos adolescentes o principal problema é o bullying que sofrem em ambientes escolares, familiares e comunitários.

A especialista disse ainda que os pais e responsáveis pelos menores de idade devem estar atentos a diferenças de comportamento, mudanças de hábito de alimentação, sinais de depressão e angústia, entre outros fatores.

O diretor da Liga Guatemalteca de Higiene Mental, Marco Antonio Garvito, explicou que o problema de suicídios em menores de idade reflete um total abandono à infância e juventude, reflexo da frustração da sociedade em que se vive.

Garvito também afirmou que a violência e a falta de satisfação espiritual, de aceitação e de proteção são determinantes para afetar o comportamento de um menor de idade que se sente desprotegido.
ANSA
Fonte ANSA 12/05/2012 ás 9h

Compartilhe

Guatemala se preocupa com número de suicídios de jovens