Gripe A: Especialista diz que resistência ao Tamiflu não é preocupante

Fonte Ansa Flash 19/11/2009 às 0h
O epidemiologista do Instituto Superior de Saúde da Itália (ISS), Gianni Rezza, informou hoje que a resistência ao antiviral Tamiflu em alguns casos de gripe A (H1N1) "está sob controle" e há apenas "pequenas mutações que ocorrem em territórios circunscritos e que não causam preocupação".

Com a declaração, o especialista se referiu a alguns casos em que o vírus é resistente ao remédio, como os registrados na fronteira entre o México e os Estados Unidos, dois dos países mais afetados pela doença.

"Nas últimas semanas tivemos indicações de casos resistentes aos antivirais em várias partes do mundo. É importante destacar que estes devem ser administrados apenas e exclusivamente sob controle médico e nunca preventivamente porque nestes casos se corre o risco de ser nocivo", afirmou Rezza.

Para os especialistas do ISS, a situação é "monitorada constantemente" e a mutação do agente poderia se tornar perigosa apenas se houvesse uma difusão em uma área geográfica mais extensa e se a transmissão de pessoa a pessoa "ocorresse de forma mais rápida em relação ao vírus até agora isolada".

O último boletim do Centro Europeu para Prevenção e Controle de Doenças (ECDC) informou que nas últimas 24 horas foram registrados 864 novos casos na Europa, onde no total existem 27.337 pessoas com a doença e 40 mortes. Na Itália, há 975 contagiados. Segundo o centro europeu, em todo o mundo são 188.139 infectados com 1.265 óbitos.
Ansa Flash
Fonte Ansa Flash 19/11/2009 ás 0h

Compartilhe

Gripe A: Especialista diz que resistência ao Tamiflu não é preocupante