Greenpeace faz protesto contra aquecimento global em sete capitais

Fonte Agência Brasil 19/11/2009 às 0h
Praças, ruas e outros pontos movimentados de sete capitais brasileiras (São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Porto Alegre, Salvador, Recife e Manaus) serão ocupados hoje (15) por ativistas em defesa do meio ambiente. A ação faz parte de uma mobilização nacional emplacada pela organização não governamental (ONG) Greenpeace como forma de protestar contra o aquecimento global.

“É uma forma criativa de chamar a atenção para mostrar, por exemplo, que o principal culpado do desmatamento na Amazônia hoje é a criação de gado. Destruir a Floresta Amazônica é contribuir com o aquecimento global”, destacou o ativista do Greenpeace no Amazonas, Ricardo Martins, dizendo que os ativistas estarão fantasiados de vacas.

A cada 13 segundos, uma área equivalente a um campo de futebol é derrubada na Amazônia. Em entrevista à Agência Brasil, Martins disse que a maior parte dessas áreas é transformada em pasto.

Segundo o ativista, o Greenpeace espera contribuir com a divulgação de informações e orientações sobre o assunto bem como estimular a participação do Brasil na Conferência das Nações Unidas (ONU) sobre o Clima, que será realizada em Copenhague, na Dinamarca em dezembro.

“O Brasil é o quarto maior emissor de gases de efeito estufa do mundo e por isso não pode fugir a responsabilidade de enfrentar essa crise climática caracterizada pelo aquecimento global”, incluiu.

Outra atividade que promete chamar a atenção da população é a do “homem-placa solar”. Para promover ações na área de energia renováveis, os organizadores da mobilização afirmam que, no dia 20, farão uma demonstração de geração de energia limpa, por meio do acendimento de lâmpadas posicionadas sobre a cabeça de voluntários, com ajuda da energia solar.

O Greenpeace também pretende divulgar três sugestões que poderão ser adotadas pelo Brasil em favor do meio ambiente: comprometimento com o desmatamento zero na Amazônia; investimento em energias renováveis e a criação de áreas protegidas.

As atividades estão sendo organizadas por grupos de voluntários do próprio Greenpeace e seguem até o dia 22 deste mês.
Agência Brasil
Fonte Agência Brasil 19/11/2009 ás 0h

Compartilhe

Greenpeace faz protesto contra aquecimento global em sete capitais