Governo avalia saída de embaixador da Coréia do Norte

Fonte Agência Brasil 05/04/2013 às 17h

Brasília - O Itamaraty acompanha "com preocupação" a situação da Embaixada do Brasil na Coreia do Norte, disse o ministro das Relações Exteriores Antônio Patriota. "Nós seguimos com preocupação e estamos em permanente contato com o embaixador. Estamos em contato também com outras embaixadas. Avaliaremos antes de tomar uma decisão sobre a permanência dele", afirmou.

Em meio ao crescimento da tensão militar entre Coreia do Norte, Coreia do Sul e Estados Unidos, a embaixada brasileira recebeu hoje (5) a comunicação do governo norte-coreano instruindo as representações diplomáticas a informarem sobre a necessidade de apoio logístico para a saída de seus funcionários do país. O Ministério das Relações Exteriores se manifestou afirmando que o assunto estava sob análise. A embaixada foi aberta em 2009 e nela estão o embaixador, Roberto Colin, e um funcionário.

Patriota deu as declarações sobre a Coreia do Norte em coletiva de imprensa para comentar a visita ao Brasil do ministro de Assuntos Estrangeiros e da Justiça de Cingapura, K Shanmugan. Antônio Patriota disse que não se manifestará sobre as declarações do presidente do Uruguai, José Mujica, a respeito da presidenta da Argentina, Cristina Kirchner. Ontem, Mujica disse que a presidenta era teimosa e pior do que seu falecideo marido, o presidente Nestor Kirchner.

 

Agência Brasil
Fonte Agência Brasil 05/04/2013 ás 17h

Compartilhe

Governo avalia saída de embaixador da Coréia do Norte