Geração de nadadores 2016 é campeã no Chile!

Fonte CBDA 18/03/2013 às 8h

Valparaiso/CHI – A equipe brasileira de natação é a grande campeã do Sul-Americano Juvenil 2013, realizado na cidade de Valparaiso, no Chile, que terminou neste domingo, 17/03. O Brasil venceu a competição com 732 pontos, muito à frente da Venezuela, com 424 e Argentina (145 pontos). Ao todo os brasileiros conquistaram 73 medalhas (43 ouros, 25 pratas e 05 bronzes). Desta vez quem mais representou o país nos pódios da competição foram as meninas, com 39 medalhas (23 ouros, 15 pratas, 1 bronze). Já os rapazes somaram 34 pódios (20 ouros, 10 pratas e 04 bronzes).

- O trabalho foi bem feito, o resultado foi ótimo e elas estão de parabéns! Este grupo disputa ainda em 2013 o Mundial Junior, em Dubai, o que vai ser uma boa avaliação dessa galera em nível mundial. Aqui conseguimos dar continuidade a hegemonia brasileira, que é muito importante, e o torneio foi excelente para começarmos a identificar nas meninas mais novas a possibilidade de crescimento na modalidade – comentou o treinador da seleção brasileira feminina, Fernando Vanzella.

Os nadadores brasileiros tiveram uma medalha a menos este ano do que na última edição, em 2011, no Peru, quando o total foi de 74 medalhas (35 de ouro, 21 de prata e 18 de bronze). Porém os números de medalhas de ouro e prata foram maiores. O que segundo o professor Rômulo Noronha “significa que em termos qualitativos esta seleção teve o maior desempenho técnico na história da participação brasileira em sul-americanos juvenis”.

Pedro Cardona e Carolina Bilich ganharam o prêmio “La Ordem de Los Caballeros de la Natación Sudamericana”, pelos melhores índices técnicos da competição, em seus gêneros, respectivamente pelas provas de 100m peito e 400m livre, ambos no juvenil B.

Na divisão de grupos, os mais novos, de 14 e 15 anos, (juvenil a) somaram 346 pontos, contra 228 da Venezuela e 145 da seleção argentina. No juvenil B (16 a 18 anos) os brasileiros ficaram com 386 pontos, seguidos por Venezuela (196) e Argentina (185).

Logo na primeira final da noite, 400m medley masculino (juv. A) o Brasil faturou as medalhas de ouro e bronze com André Santos (4m42s67) e (4m54s27), respectivamente. No final da etapa os nadadores brazucas obtiveram mais 18 medalhas (9 ouros, 7 de pratas, 2 bronzes) e ainda estabeleceu um novo recorde de campeonato, em uma noite de festa brasileira em Valparaiso.

Um dos destaques da noite foi Pedro Cardona, que venceu os 100m peito (Juv. B), com 1m02s99, estabelecendo o novo recorde de campeonato da prova, superando o tempo de 1m03s12, que o paraguaio Renato Prono fez em 2009. Somado ao bronze nos 200m do mesmo estilo e ao ouro conquistado no revezamento 4x100m medley, Pedro sai do Chile com três medalhas na bagagem.

- Essa competição foi muito boa para eu ganhar experiência internacional. Na prova de hoje eu nadei bem os primeiros 50 metros e voltei forte para conseguir quebrar esse recorde. Sabia que seria difícil, mas eu acreditava o tempo todo. Agora pretendo nadar o Maria Lenk, melhorar meus tempos e me preparar para o Mundial Jr. – comentou Pedro Cardona, de 17 anos.

No feminino, juvenil a, Gabrielle Roncatto subiu mais uma vez ao degrau mais alto do pódio, nos 100m livre, com o tempo de 58s46. Ao todo Gabi conquistou seis medalhas de ouro para o Brasil (200m e 100m livre, 200m medley, 100m peito, 4x100m medley e 4x100m livre), tendo ainda estabelecido o novo de campeonato nos 100m (1m13s10) peito na etapa anterior.

- Eu estou muito emocionada com tudo que aconteceu e agora eu só quero voltar e treinar mais forte. Sinto que ganhei bastante experiência com a ajuda dos treinadores excelentes que estão aqui e que me ajudaram bastante – falou Gabi de 14 anos que fez sua estreia em sul-americanos.

As últimas duas provas do torneio, os revezamentos 4x100m livre masculino (juv. B) e 4x100m medley feminino (Juv. A), foram muito disputadas, mas o Brasil se saiu vitorioso nas duas, encerrando com brilho o torneio e fazendo a festa verde-amarela no parque aquático.

A natação termina aqui, mas a segunda semana de competições vem aí com maratona aquática (20 a 23/03), nado sincronizado (a partir do dia 20/03) e polo aquático (a partir do dia 19/03). Saltos Ornamentais acontecerá em maio na cidade de Arica. Esportes Aquáticos ainda com muitas emoções no Chile.

O Brasil participa do Campeonato Sul-Americano Juvenil de Esportes Aquáticos com recursos dos Correios – Patrocinador Oficial dos Desportos Aquáticos Brasileiros, e ainda do Bradesco/Lei de Incentivo Fiscal, Lei Agnelo/Piva – Governo Federal – Ministério do Esporte, Speedo e Sadia.

CBDA
Fonte CBDA 18/03/2013 ás 8h

Compartilhe

Geração de nadadores 2016 é campeã no Chile!