FPT Industrial participa da 8ª Semana de Engenharia da Universidade de Itaúna

Fonte MM Editorial 21/08/2014 às 11h
Principal destaque será o desenvolvimento do HI-eSCR, o mais recente sistema de pós-tratamento de emissões patenteado pela FPT Industrial.


A FPT Industrial participará da 8ª Semana de Engenharia da Universidade de Itaúna, que será realizada na cidade de Itaúna, na Região Metropolitana de Belo Horizonte (MG), no dia 25 de agosto. Neste ano, o evento tem como tema “Desenvolvimento Econômico, Tecnológico e Infraestrutura do País”. Com a missão de ser a líder mundial em inovação para sistemas powertrain destinados às aplicações industriais, a FPT Industrial se preocupa em atender os novos limites de emissões sem promover grandes alterações nas arquiteturas dos veículos, além de minimizar os impactos dos custos.

Essas características foram destaque no convite feito pela Universidade para participação da FPT Industrial. O engenheiro de produto Gustavo Teixeira, apresentará para cerca de 700 alunos do curso de Engenharia Mecânica da universidade o sistema HI-eSCR, uma evolução do sistema SCR.

O desenvolvimento da tecnologia SCR começou em 1991, e a produção em escala foi iniciada em 2005. Desde então, mais de 400.000 motores foram construídos com essa tecnologia. Agora, com o novo sistema HI-eSCR, os propulsores podem atender a normativa Euro VI sem recorrer ao sistema EGR (recirculação de gases do escapamento), e ao mesmo tempo garantindo uma altíssima eficiência na conversão de NOx (Óxidos de Nitrogênio).

“Palestrar em uma Semana de Engenharia que possui a excelência acadêmica de uma universidade como a de Itaúna confirma o crescimento da FPT Industrial na América Latina, bem como suas vantagens competitivas presentes em todo o processo de pós-tratamento de emissões de motores. Isto prova que a FPT Industrial está se tornando uma formadora de conhecimento e exemplo de provedora de tecnologias inovadoras”, declara Helton Lage, Diretor de Engenharia da FPT Industrial.

O sistema HI-eSCR é capaz de reduzir os níveis de NOx em mais de 95%. Considerando que a EGR não é utilizada, o motor pode atingir os picos máximos de torque e potência sem que o sistema de refrigeração requeira qualquer aumento de capacidade. Os maiores benefícios da nova tecnologia estão associados à sustentabilidade.

O HI-eSCR utiliza sistema de injeção de Arla 32 e catalisador SCR de última geração que aplica minerais como zeólitas de ferro para atingir os altos valores de eficiência, como 95% da redução de Óxidos de Nitrogênio, o que é de extrema importância diante de regulamentações ambientais cada vez mais restritivas como Euro VI e TIER4B.


Esquema de funcionamento do sistema HI-eSCR


A FPT Industrial é uma empresa do Grupo CNH Industrial dedicada à concepção, produção e venda de motores e transmissões para veículos rodoviários e fora de estrada, e também para aplicações marítimas e de geração de energia. A companhia emprega aproximadamente 8.400 pessoas em todo o mundo, distribuídas em 10 plantas e seis centros de Pesquisa & Desenvolvimento (P&D). A rede de pós-vendas da FPT Industrial é formada por 93 distribuidores e mais de 900 centros de serviços localizados em mais de 100 países. A ampla oferta de produtos – incluindo seis gamas de motores com potências que variam de 31 kW (41 cv) até 740 kW (992 cv) e transmissões com torque máximo variando entre 200 Nm a 500 Nm – e um foco em atividades de P&D fazem da FPT Industrial uma líder mundial em motores e trens de força industriais. Para mais informações, visite www.fptindustrial.com.

São Paulo, 21 de agosto de 2014








MM Editorial
Fonte MM Editorial 21/08/2014 ás 11h

Compartilhe

FPT Industrial participa da 8ª Semana de Engenharia da Universidade de Itaúna