Fortaleza, Salvador, Brasília e Belo Horizonte têm estádios com obras mais avançadas para a Copa, informa governo

Fonte Agência Brasil 23/05/2012 às 20h
 Os estádios com obras mais avançadas para a Copa do Mundo de 2014 são os de Fortaleza, Salvador, Brasília e Belo Horizonte, que “já ultrapassaram 50% de realização dos empreendimentos”, segundo dados do terceiro balanço das ações de preparação do Brasil para o evento, divulgado hoje (23) pelo governo federal, em entrevista no Ministério do Esporte.

O documento também informa que todos os 12 estádios que sediarão jogos do evento estão dentro do cronograma estabelecido.

Todas as arenas que têm financiamento contratado com o BNDES já receberam recursos do banco e os desembolsos somam mais de R$ 1 bilhão, informa o documento, sendo que 19.043 trabalhadores estão empregados nessas atividades. Os dados foram apresentados pelos ministros Aldo Rebelo, do Esporte, e Miriam Belchior, do Planejamento.

Sobre os aeroportos, o balanço revela que 13 considerados prioritários para a Copa já estão com obras em andamento. Cinco obras já foram entregues - em Cuiabá (MT), Porto Alegre (RS) e Campinas (SP) e duas em São Paulo (SP).

A entrega de 26 dos 31 empreendimentos em aeroportos está prevista para 2013 – quando será realizada a Copa das Confederações, em seis capitais brasileiras – e os cinco restantes estão programados para o primeiro semestre de 2014.

Em relação aos projetos de mobilidade urbana, informa o balanço, nove das 12 cidades-sede estão com obras em andamento. Estão previstas 51 obras, ao todo, com parceria que inclui financiamento do governo federal e execução pelos municípios ou governos estaduais.

Desse conjunto, 28 (65%) estão em obras e seis (14%) com a licitação concluída, segundo o balanço oficial. A maior parte dos projetos (41, ou 81%), será concluída até o segundo semestre de 2013, e dez devem ser entregues no primeiro semestre de 2014.

Em relação aos portos, o balanço governamental informa que as intervenções já começaram nos equipamentos de Fortaleza (CE), Recife (PE), Natal (RN) e Salvador (BA). Em Santos (SP) e no Rio de Janeiro (RJ), o processo está na fase de licitação, e em Manaus (AM), na elaboração do projeto.

O balanço destaca ainda que o projeto da Lei Geral da Copa foi aprovado pelo Congresso Nacional e seguiu para a sanção da presidenta Dilma Rousseff. “Com a lei, conclui-se a fase de normatização das garantias federais oferecidas à Fifa para a realização da Copa”, diz o governo.

De acordo com o relatório, a matriz de responsabilidade de telecomunicações, com o projeto de investimentos, foi aprovada pelo Grupo Executivo da Copa e publicada no Diário Oficial da União. Assim, informa, “inicia-se oficialmente o segundo ciclo de planejamento das ações governamentais para a Copa”.

Agência Brasil
Fonte Agência Brasil 23/05/2012 ás 20h

Compartilhe

Fortaleza, Salvador, Brasília e Belo Horizonte têm estádios com obras mais avançadas para a Copa, informa governo