Força Nacional de Segurança vai acompanhar vacinação de gado em fazendas ocupadas por índios em MS

Fonte Agência Brasil 17/05/2012 às 19h
A Força Nacional de Segurança e a Polícia Federal vão acompanhar a vacinação de gado contra febre aftosa nas fazendas ocupadas por índios na região oeste de Mato Grosso do Sul, anunciou hoje (17) o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, durante reunião com o governador do estado, André Puccinelli, e representantes do Ministério da Agricultura, da Fundação Nacional do Índio (Funai) e da Federação da Agricultura e Pecuária de MS (Famasul).

Segundo Puccinelli, o procurador federal Flávio Chiarelli, da Procuradoria Federal Especializada junto à Funai, disse que os índios assinaram um documento se comprometendo a permitir a entrada dos fazendeiros na área para fazer a vacinação. Ao todo, são 11 fazendas com um rebanho de aproximadamente 68 animais. O período de vacinação contra a febre aftosa na região teve início no dia 1º de maio e se estende até 15 de junho.

O governador disse que pediu a “atenção da União” para auxiliar na negociação com os “patrícios indígenas” após a vacinação, para que se estabeleça uma interlocução entre governo estadual e índios. Além de ocupar as fazendas no oeste de Mato Grosso do Sul, os índios, das etnias kadiwéu e guarani, também bloquearam estradas no sul do estado.

Agência Brasil
Fonte Agência Brasil 17/05/2012 ás 19h

Compartilhe

Força Nacional de Segurança vai acompanhar vacinação de gado em fazendas ocupadas por índios em MS