Fininvest garante que Milan não será vendido

Fonte Ansa Flash 19/11/2009 às 0h
A holding Fininvest, dona do Milan, negou hoje que esteja negociando a venda da equipe italiana para o presidente da Líbia, Muammar Kadafi.

"Em relação às novas especulações da imprensa, a Fininvest rebate mais uma vez que não existe nenhuma hipótese de transferir ações da sociedade A.C. Milan", anuncia uma nota da holding, que é propriedade do primeiro-ministro da Itália, Silvio Berlusconi.

Alguns veículos locais, como o jornal La Repubblica, publicaram que Berlusconi conversou sobre o tema com Kadafi no último domingo na Líbia, e até começou a analisar a viabilidade de bancos e instituições líbias concretizarem o negócio.

Os dois líderes realmente se encontraram no dia 30, em Trípoli, para celebrar o aniversário de um ano do Tratado de Amizade, Associação e Cooperação, firmado entre os dois países.

O diário informou ainda que o premier e também o vice-presidente do clube, Adriano Galliani, acreditam que a venda pode fazer do Milan um time competitivo em nível europeu.

Em declarações à ANSA, no entanto, Galliani desmentiu a versão. "As declarações que me atribuíram são absolutamente faltas".

Esta não é a primeira vez que a venda do clube é especulada. Em maio, foi cogitado que 35% do Milan poderia ser adquirido pela empresa árabe Abu Dhabi United Group, que comprou no ano passado o clube inglês Manchester City.
Ansa Flash
Fonte Ansa Flash 19/11/2009 ás 0h

Compartilhe

Fininvest garante que Milan não será vendido