FINEP começa cooperação com governo finlandês

Fonte FINEP 13/03/2013 às 13h

FINEP começa cooperação com governo finlandês

 

 

 
 

O presidente da FINEP, Glauco Arbix, recebeu hoje (13/3) o ministro da Economia da Finlândia, Jan Vapaavuori, que veio acompanhado de uma delegação de nove pessoas para a assinatura de um memorando de entendimento entre a FINEP e a Agência Finlandesa de Financiamento para a Tecnologia e Inovação (TEKES). Entre os presentes estavam a diretora da TEKES, Lahti-Nuuttila, e o embaixador da Finlândia no Brasil, Jari Luoto.

Com duração inicial até dezembro de 2016, os objetivos são promover o intercâmbio de boas práticas entre as duas agências e ampliar a cooperação entre os dois países em áreas de interesse mútuo, como as energias renováveis, tecnologias de informação e comunicação (TICs), microeletrônica e tecnologias de construção naval. Estão previstos eventos e workshops para apoiar a formação de parcerias entre empresas e instituições de pesquisa, além do lançamento de chamadas conjuntas.

A Tekes é a principal agência do governo finlandês para financiar projetos de pesquisa, desenvolvimento e inovação e é responsável por colocar a Finlândia como um dos países mais inovadores do mundo.

O ministro finlandês destacou sua satisfação com os acordos já existentes e a cooperação crescente com o Brasil na área de pesquisa, desenvolvimento e inovação e acha que esta é uma relação “muito promissora”.

- Uma área em que vejo um potencial crescente para cooperação bem sucedida em negócios e inovação é a de energias renováveis, biomassa e mineração sustentável. Queremos aumentar nossa pesquisa conjunta e esforços empresariais nesse sentido – disse o ministro.

Vapaavuori afirma que, por ser um país pequeno, a Finlândia é altamente dependente do comércio externo e de parcerias globais. “Mercados emergentes como o Brasil estão se tornando cada vez mais importantes para nossas empresas e sistema de inovação”, disse.

Mesmo não sendo grande em território, segundo o mais recente levantamento da Comissão Europeia, a Finlândia está, juntamente com a Suécia e a Suíça, entre os países europeus mais inovadores. Segundo Vapaavuori, o país investe cerca de 4% de seu PIB em P&D, sendo a maior parte investimentos privados – o Brasil investe hoje 1,16%.

- Nossa P&D é apoiada por um sistema educacional que está entre os três melhores do mundo. Isso dá uma grande base para nossas empresas serem competitivas e criarem soluções inteligentes – diz o ministro.

Segundo ele, o sistema finlandês de inovação tem como forte característica a colaboração entre atores diversos, com uma rede efetiva de parcerias público-privadas e muita proximidade entre universidades, instituições de pesquisa e empresas.

FINEP
Fonte FINEP 13/03/2013 ás 13h

Compartilhe

FINEP começa cooperação com governo finlandês