Filme sobre relação homossexual entre neonazistas vence Festival de Roma

Fonte Ansa Flash 19/11/2009 às 0h
O filme "Brotherhood", do diretor Nicolò Donato, recebeu hoje o prêmio Marco Aurélio de Ouro do júri, máximo reconhecimento da 4ª edição do Festival Internacional de Cinema de Roma, encerrada hoje.

O longa se passa na Dinamarca e narra a história de um jovem integrante de um grupo de neonazistas que se apaixona por seu mentor, também membro da organização. Os dois se deparam, então, com um grande impasse: trair a própria ideologia ou o parceiro.

Outra obra premiada hoje na mostra foi "L"uomo che verrà", do cineasta Giorgio Diritti. A produção recebeu o Marco Aurélio de Ouro do público e o Marco Aurélio de Prata do júri.

Na trama, durante a Segunda Guerra Mundial, uma criança pobre tenta sobreviver ao lado da mãe, grávida, em meio aos conflitos. Ao mesmo tempo, nutre expectativas pelo nascimento de seu irmão.

Já o Marco Aurélio de Prata para a melhor atriz por escolha do júri foi para Helen Mirren, que atuou em "The Last Station", de Michael Hoffman. Por sua vez, o ator Sergio Castellitto foi reconhecido como o melhor ator por sua interpretação em "Alza la testa", dirigido por Alessandro Angelini.

Entre os documentários, o júri escolheu o filme "Sons of Cuba", de Andrew Lang, para receber o Marco Aurélio de Prata da categoria.
Ansa Flash
Fonte Ansa Flash 19/11/2009 ás 0h

Compartilhe

Filme sobre relação homossexual entre neonazistas vence Festival de Roma