Festival Internacional Cinema de Arquivo começa hoje no Rio

Fonte Agência Brasil 19/11/2009 às 0h
 A oitava edição do Festival Internacional de Cinema de Arquivo (Recine) começa hoje (21) no Rio de Janeiro. A programação, que faz parte das comemorações do Ano da França no Brasil, inclui, até a próxima sexta-feira (25), uma série de eventos, como exibição de filmes, vídeos e fotos, além da realização de debates e palestras sobre a importância do rádio na história da cultura brasileira. O tema desta edição do festival será O Cinema nas Ondas do Rádio.

De acordo com o curador do Recine, Clovis Molinari, o objetivo é resgatar a história desse veículo de comunicação, assim como discutir e vislumbrar as tendências atuais e futuras.

“Esse evento nasceu para fazer reviver, restaurar e resgatar as riquezas do audiovisual que o Arquivo Nacional tem. Já falamos de vários temas e este ano estamos convidando a população do Rio de Janeiro a fazer um mergulho na história do rádio. Vamos contar como ele nasceu, homenagear seus grandes nomes e evidentemente a Rádio Nacional faz parte dessa história e estará presente. Mas mais do que nostalgia, nós queremos que as pessoas descubram o quão bonito é o mundo do rádio, no passado, no presente e no futuro”, destacou ele, em entrevista à Rádio Nacional do Rio de Janeiro.

Quem for até a sede do Arquivo Nacional, no centro do Rio, onde o evento será realizado, poderá conferir as exposições relembrando a primeira estação de rádio do país, inaugurada em 1923, fruto da iniciativa de Edgar Roquette-Pinto, atual Rádio MEC. O público também poderá acompanhar como eram feitas as radionovelas, com a participação dos comunicadores e radioatores Gerdau dos Santos e Dayse Lúcide.

Durante os debates, realizados em parceria com a Rádio França Internacional, serão abordados assuntos como a influência do rádio no cinema sonoro brasileiro, a preservação da memória radiofônica no Brasil e na França e a evolução do veículo diante das novas tecnologias.

“Diferentemente do que muita gente pensa, o rádio está mais vivo do que nunca e vai sobreviver à era digital de uma maneira muito instigante. Além de existir a rádio web, os europeus estão desenvolvendo tecnologias e técnicas de linguagem compatíveis com o tempo contemporâneo”, acrescentou Molinari. O evento tem entrada gratuita.
Agência Brasil
Fonte Agência Brasil 19/11/2009 ás 0h

Compartilhe

Festival Internacional Cinema de Arquivo começa hoje no Rio