Festival em SP celebra diversidade cultural de países que falam francês

Fonte Agência Brasil 10/03/2013 às 17h

São Paulo – O idioma francês será celebrado, a partir de quarta-feira (13) até 31 de março, em diversos eventos culturais na capital paulista e em mais quatro cidades do interior do estado. A Festa Internacional da Francofonia espera não só atrair os amantes da língua, mas divulgar a cultura de pelo menos 70 países que têm o francês como língua oficial. Peças teatrais, shows musicais, mostras de cinema e de fotografia vão lembrar a presença do idioma francês no mundo. Ele é falada por 200 milhões de pessoas nos cinco continentes, segundo dados da Organização Internacional da Francofonia (OIF).

"O Brasil é um país que tem uma história antiga com a língua francesa. Existe um certo apego, uma ligação com o francês. Queremos manter isso e também abrir [o idioma] às pessoas que não sabem o francês", disse Gilles Mascle, porta-voz da organização do evento e assessor do governo do Quebec em São Paulo. As atividades marcam o Dia Internacional da Francofonia, que é celebrado no dia 20 de março.

Na capital, uma das novidades será o casal de músicos do Mali, país francófono da África Ocidental, Amadou & Mariam que se apresentam pela primeira em São Paulo. Eles, que mesclam ritmos tradicionais africanos com guitarra de blues, fazem dois shows no Sesc Pompeia, nos dias 21 e 22 de março. Outra atração inédita no país será a pianista francesa Lise. As canções autorais da artista misturam composições clássicas, contemporâneas e música popular francesa. A apresentação será no dia 22 de março no Sesc Vila Mariana.

Nna quarta e quinta-feira (14), o festival estará nas cidades de Bauru e Ribeirão Preto, respectivamente. David Giguère, representantes da nova geração de músicos canadenses, apresentará o seu primeiro álbum Hisser Haut, lançado em 2012. As influências de pop, eletro e folk das canções dele também serão apresentadas na capital no dia 20 de março, no Sesc Pompeia. Em São José dos Campos, no dia 21 de março, a atração será a banda francesa de rock Mademoiselle K.

A mostra de cinema francês do festival estará em três locais da capital paulista. Na Cinemateca Brasileira, as exibições terão início no dia 19 e seguem até o dia 31. Serão apresentados filmes do cineasta francês Raymond Depardon, como 1974, Um Presidente em Campanha (1975) e Alguma Novidade em Garet (1997). Entre os dias 21 e 31 de março, películas de país francófonos serão exibidos no CineSesc. E no dia 24 de março haverá uma sessão especial do longa-metragem Propriedade Privada (2006), de Joachim Lafosse, no cinema Reserva Cultural.

A programação teatral tem como destaque a apresentação da atriz canadense Julie Vincent, da Companhia Singulier Pluriel. Ela irá interpretar Jocasta, mãe de Édipo, personagens clássicos da mitologia grega. Os espetáculos ocorrem nos dias 22 e 23 de março no Teatro Aliança Francesa em São Paulo, e no dia 26 de março no Sesc Campinas. A peça será narrada em francês com legendas em português.

"Com essas atrações culturais, queremos apresentar a diversidade de cultura dos países francófonos, para além da França. Unificando todos os consulados da França, do Canadá, da Suíça, da Bélgica, queremos mostrar que a cultura [francófona], além de língua, é universal, diversa e aberta para todas as pessoas do mundo", disse Gilles Mascle.

A programação do festival está disponível no site aliancafrancesa.com.br/francofonia2013.

Agência Brasil
Fonte Agência Brasil 10/03/2013 ás 17h

Compartilhe

Festival em SP celebra diversidade cultural de países que falam francês