Feliciano pede a parlamentares que destaquem importância de audiências da comissão

Fonte Agência Brasil 27/03/2013 às 17h

Brasília - Ao término da primeira reunião de audiência pública da Comissão de Direitos Humanos da Câmara, o presidente, deputado Pastor Marco Feliciano (PSC-SP), pediu aos deputados que estavam na comissão para se dirigirem ao plenário da Câmara e façam pronunciamentos sobre a importância da audiência. Poucos parlamentares estavam presentes ao término dos trabalhos.

A reunião começou aberta, mas após tumultos, o local da audiência foi transferido de plenário e a sessão foi fechada e só teve a participação de parlamentares, de assessores e da imprensa.

No início da audiência pública para debater a contaminação de pessoas por chumbo na cidade de Santo Amaro da Purificação, na Bahia, manifestantes contrários à permanência de Feliciano na comissão e defensores do deputado se enfrentaram, mas sem nenhum incidente, no entanto, dois dos manifestantes contrários ao pastor foram detidos pela Polícia Legislativa da Câmara.

O antropólogo Marcelo Régis foi detido por determinação do presidente da comissão após acusar Feliciano de racismo e já foi liberado. Alisson Rodrigues, que está prestando depoimento neste momento, foi detido no Anexo 4, do segundo andar, por não ter identificação e estar nas dependências da Casa.

Agência Brasil
Fonte Agência Brasil 27/03/2013 ás 17h

Compartilhe

Feliciano pede a parlamentares que destaquem importância de audiências da comissão