Feira de defesa e segurança vai trazer bons acordos para o Brasil, diz Amorim

Fonte Agência Brasil 08/04/2013 às 14h

Rio de Janeiro – O ministro da Defesa, Celso Amorim, informou hoje (8) que a 9 ª edição da Feira Internacional de Defesa e Segurança, Laad Defence & Security, que começa amanhã no Rio de Janeiro, marcará uma série de bons acordos e projetos para o Brasil.

Dentre as novidades, estão as negociações da venda de caças Super Tucanos da Embraer para o Senegal. Este será o quarto país africano a comprar Super Tucanos. Outra novidade é a assinatura do projeto de construção em conjunto de um avião treinador básico pelos países que integram a União das Nações Sul-americanas (Unasul).

“Ainda é um projeto, mas é muito importante, pois estamos assim contribuindo com uma base industrial de defesa para toda a América do Sul. Já temos muitos Super Tucanos atuando na América do Sul, entre outras aeronaves. Temos projetos conjuntos de navios patrulha com o Peru e com a Colômbia”, informou ele.

Amorim informou que vai se reunir com pelo menos 15 ministros da Defesa na feira e que mais de 700 empresas montaram stands no local, sendo cerca de 170 brasileiras.

“Este evento ocorre em um momento importante em que estamos tendo medidas do governo de apoio à indústria brasileira, à tecnologia brasileira, como o submarino nuclear”, comentou o ministro na manhã de hoje, durante a passagem dos cargos de Comandante de Operações Navais e Diretor-Geral de Navegação, a bordo do Navio Aeródromo São Paulo, no 1º Distrito Naval, no centro do Rio.

Amorim lembrou que a Lei de Produtos de Defesa (12.598/2012), regulamentada na semana passada, também vai contribuir para o bom resultado da feira, já que a medida dá apoio às empresas nacionais que investirem em tecnologia e produtos brasileiros na área de defesa.

A Laad é a maior feira do setor na América Latina e reúne, a cada dois anos, empresas brasileiras e internacionais, especializadas no fornecimento de equipamentos, serviços e tecnologia para as Forças Armadas, Polícias, Forças Especiais, além da segurança corporativa. Esta edição promete ser a maior em tamanho e número de transações comerciais, desde sua criação em 1997.

Agência Brasil
Fonte Agência Brasil 08/04/2013 ás 14h

Compartilhe

Feira de defesa e segurança vai trazer bons acordos para o Brasil, diz Amorim