Faturamento da indústria tem oitava queda desde início da crise

Fonte Agência Brasil 19/11/2009 às 0h
O faturamento real de indústria cresceu 1,6% em junho em comparação a maio., mas na comparação a junho do ano passado teve queda de 5,8%, a oitava nesse tipo de comparação desde o início da crise internacional, que começou a refletir no Brasil em outubro de 2008.

Quando a comparação é de semestres, a queda registrada neste ano foi de 7,7% em relação ao ano passado. A utilização da capacidade instalada passou de 79,8% para 79,3% de maio para junho. A queda foi maior em relação a junho de 2008, quando o índice foi de 83,2%.

Segundo a Confederação Nacional da Indústria (CNI), os indicadores de junho, divulgados hoje (6) ainda não mostram trajetória definida de recuperação do setor. Os dados revelam que o faturamento e as horas trabalhadas no período cresceram em junho, enquanto emprego, massa salarial e utilização da capacidade instalada registraram queda no período.

A queda da massa salarial foi de 2,9% em relação a junho do ano passado. No semestre, acumula baixa de 1,7%, comparando-se com igual período de 2008.

“Se isso se reduz, pode haver queda do consumo, atrapalhando o crescimento”, explicou Renato Fonseca, gerente executivo da CNI.

No mês as horas trabalhadas aumentaram 0,2% em comparação a maio, mas caíram 9,5% se comparadas a junho do ano passado. No semestre, o setor acumula queda de 8,4% no total de horas trabalhadas.

Agência Brasil
Fonte Agência Brasil 19/11/2009 ás 0h

Compartilhe

Faturamento da indústria tem oitava queda desde início da crise