Farmácias italianas vendem Tamiflu sem receita médica

Fonte ANSA FLASH 19/11/2009 às 0h
Grande parte das farmácias italianas está vendendo o antiviral Tamiflu sem receita médica, denunciou hoje uma associação de consumidores ao Ministério da Saúde, Trabalho e Políticas Sociais da Itália, visto que a prescrição do medicamento é obrigatória.

O organismo independente realizou uma pesquisa entre os últimos dias 28 e 29 em mais de dez farmácias de Roma e da região da Lombardia, onde está localizada a cidade de Milão. Apenas dois estabelecimentos não venderam o antiviral.

"Conceder uma caixa de remédios a cidadãos sem receita vai contra as disposições das leis. Vender o Tamiflu hoje é ainda mais contestável", pontua a entidade, explicando que a "febre de venda" deste produto atinge até a internet, já que há sites que o disponibilizam por um preço que varia de 64 a 167 euros.

Os antivirais Tamiflu e Relenza estão sendo usados atualmente para combater os casos de gripe A (H1N1), inicialmente chamada de gripe suína.

De acordo com o último relatório da Organização Mundial da Saúde (OMS), do dia 27 de julho, até o momento há mais de 134 mil casos da doença em todo o mundo, com 816 mortes.
ANSA FLASH
Fonte ANSA FLASH 19/11/2009 ás 0h

Compartilhe

Farmácias italianas vendem Tamiflu sem receita médica